Agenda Cultural do mês de junho

Espaço Cultural “Cidade do Livro” – Todos Sábados: das 14h às 14h45 – Biblioteca Infantil “Monteiro Lobato”.
Projeto Lê no Ninho – O objetivo do programa é mostrar aos pais e cuidadores de bebês e crianças (de 6 meses a 4 anos) a importância do ato de ler e da interação com as histórias e os livros, e as suas consequências positivas no desenvolvimento infantil. A intenção é promover um local agradável, onde o contato com o livro represente uma situação de carinho entre o adulto e o bebê. O que se pretende é possibilitar um ambiente leitor, onde a interação possa ocorrer com qualidade entre eles.  Cada ação do programa tem duração de até 45 minutos e trabalha uma ou mais capacidades acima citadas. Utilizam-se livros-brinquedos, fantoches, chocalhos, brinquedos e músicas para interagir com os bebês e as crianças a fim de estimular o gosto pela leitura. A ideia é demonstrar aos pais ou cuidadores como eles podem replicar em casa as atividades realizadas na biblioteca, enquanto estão em contato com as crianças.

01/06 a 30/06 – Museu “Alexandre Chitto” – Exposição de moedas e cédulas antigas brasileiras e de mais de 40 países e Acervo de livros sobre museus. 32641448.

02/06 – Rua XV de novembro ” Em frente ao Magazine Luiz” – 9h – Campanha do Agasalho – Apresentação dos artistas Lençoenses

04/06 – Casa da Cultura – 19h30 – Roda de Conversa e Palestra com a Profª. Rosangela Danoel Rissato: Abolição da Escravatura: Liberdade ou Condenação ? “130 anos da Abolição da Escravatura”.
Conselho de Desenvolvimento da Comunidade NEgra de Lençóis Paulista.

07/06 – Espaço Cultural 19:30  – Lançamento do Livro – Da Cachaça ao Papel de Sideny Aguiar.

07/06 – Casa da Cultura – Filme  Pontos Mis – 19h – O Fantasma de Sicilia.
Giuseppe (Gaetano Fernandez) é um corajoso garoto de 13 anos de idade, que desapareceu nas mediações de uma misteriosa floresta localizada na pequena aldeia em que vivia. A única pessoa que parece não se conformar com o sumiço dele é a pequena Luna (Julia Jedlikowska), que está disposta a enfrentar todos os perigos para resgatar seu amigo.

Dia 08/06 -Teatro Municipal – 20h– Peça Até Onde o Vento Levar
Com Grupo Passargada de SP
Sinopse: Este espetáculo é a encenação de uma fábula sobre amizade e relações humanas. Os personagens do enredo são: o Jornal de Ontem, um jornal gordo e pesado e que sabe quase tudo; o Caroço de Manga, um personagem caipira que toca viola e não dispensa uma boa prosa, o
Vidro de Perfume Francês, um sujeitinho mau humorado que está sempre querendo chamar atenção; a Lata de Refri, cantora de rock e o Saco de Plástico, um personagem que está sempre de bem com a vida e pronto pra receber todo mundo de braços abertos. . O
espetáculo tem como características; linguagem musical, com músicos e atores se revezando em vários papéis, manipulação de bonecos e cenários. Uma comemoração ao mês do Meio Ambiênte.
Indicação: livre – Duração 60 min.
Retirada de ingressos à partir do dia 04/06 na Casa da Cultura – Gratuito

09/06 (a partir 13h) e 10/06 (a partir 9h) – FACILPA – 1º Moto Rock Lençóis Paulista – 13 bandas lençoenses, 3 covers, praça de alimentação, área de brionquedos para as crianças. Benefeciente a APAE de Lençóis Pta R$8,00 ingresso solidário.
Co-realização União dos motociclistas de Lençóis Paulista.

09/06 – Praça Silvio Capoani – Bairro Caju – 13h – Bairro Feliz – Banda   Musical  dos Alunos da EMEF Guiomar Borcat, Grupo de Gestos  “Mãos Ungidas” , Grupo Street Star e Street Power,m Capoterapia Grupo Folclórico Musical Revirando com poemas de cordel e canções típicas nordestinas o grupo é formado por alunos do projeot guri e da casa da cultura de Lençóis Paulista com a participação  do artista plástico Antônio Marcos da Silva e Cauê Branco da Silva som e mídia.

09/06 – Praça Silvio Capoani – Bairro Caju – 15h – Circuito Cultural Paulista – Vida de Picadeiro.
Carol Rigoletto é malabarista da quarta geração de circo, tendo começado a sua carreira com 07 anos, numa família de mulheres líderes e protagonistas de suas vidas. O espetáculo “Vida de Picadeiro” tem o objetivo de ir além de um show de malabarismo com bolinhas, claves e caixas: de forma divertida e com muita desenvoltura, a artista conta sua trajetória e esclarece mitos e verdades de ser uma figura feminina sob a lona.

Dia 10/06 -Teatro Municipal – 20h -Show de Rock – Eriberto Leão e Banda Roks
Sinopse: Da telemadrurgia para música,  Eriberto Leão, ator que vive o papel de Ernesto de “Êta Mundo Bom”, mostra o lado dele como cantor. É  na companhia do amigo Ivan Sader, vocalista da Banda Roks, que ele viaja pelo Brasil fazendo shows. “Eu mantenho minha alma rock and roll
através do Ivan Sader com essas viagens que nós fazemos por todo Brasil”. A ROKS traz para Lençóis o show que já passou por quase todo o Brasil, Estados Unidos e Argentina e com um convidado especialíssimo, Eriberto Leão, que acaba de encerrar seu papel na novela global “O Outro Lado do Paraíso”.
Indicação: 12 anos – Duração 1h40
Retirada de ingressos à partir do dia 05/06 na Casa da Cultura – Gratuito

14/06 – Casa da Cultura – 14h30 – O Soldadinho e a Bailarina – Alunos da EMEF Ézio Paccola – 14h30. Agendamentos na recepção da Casa da Cultura – 32636525.
(salas agendadas: da EMEF “Esperança de Oliveira” e EMEF “Eliza Perera de Barros”)

15/06 – Espaço Cultural – 14h00 – Ensaio Aberto – Adriano Martins & Gig compositor e contrabaixista (musica instrumental).

Dia 15/06 – Teatro Municipal – 20h – Peça IRMÃOS ou Lasanha de Berinjela 2
Com Marta Caetano e Evas Carreteiro
Direção de Vinícius Piedade
Sinopse: A peça traz à cena a relação paradoxal de um casal de irmãos que perdeu os pais em um acidente de automóvel quando ele era bebê e ela pré-adolescente. Ele hoje é escritor e financeiramente está falido, mas continua tentando viver de
literatura, mesmo que financiado pela irma que apesar de também ser escritora exerce a profissao de professora de português na rede públicade ensino. Ao completar seus 33 anos de idade ele escreve um livro que pensa que poderá lhe trazer independência financeira e passa a
ser sua grande aposta: trata-se da história de uma escritora fracassada e frustrada inspirado justamente na história de sua irmã. Aos 43 anos de idade ela já planejava parar de sustentar o irmão e tem essa decisão acelerada ao ler o livro que a retrata da pior forma possível. No jantar
decisivo a irmã faz o prato preferido do irmão, receita da mãe deles, Lasanha de Berinjela ao Molho Branco.
A peça aborda assuntos complexos como o antagonismo entre sonho e vida prática, instabilidade financeira da vida artística e independência familiar sempre traçando a linha tênue que separa a ficçao da realidade. O que é ficção e o que é vida real no livro que ele
escreveu? O que é leitura de realidade e o que é poesia? O que é teatro e o que é depoimento real? A pesquisa dramatúrgica busca desconstruir estereótipos.
Indicação 14 anos –  Duração 70 min.
Gratuito – Retirada de ingressos na Casa da Cultura á partir do dia 11/06

16/06 – Espaço Cultural – 20h – Adriano Martins & Gig (banda) – Sexteto de Jazz – Composições e Interpretações – Gratuito – 14997968214

16/06 – Teatro Municipal – 20h – 2ª Mostra de Dança Studio Órion – Convites R$ 7,00 na Casa da Cultura e no Stúdio Orion – Giovanna Prandini 14996747839.

Dia 17/06 – Teatro Municipal – 20h – Peça O Julgamento de Sócrates (Drama)
Com Tonico Pereira – Direção: Ivan Fernandes e Tonico Pereira
Sinopse: O julgamento de Sócrates é uma livre adaptação de Apologia de Sócrates, de Platão, realizada pelo premiado autor Ivan Fernandes, em forma de monólogo, com o ator Tonico Pereira no papel título. A peça comemora os 50 anos de carreira do ator. O espetáculo dramatiza a
defesa de Sócrates, no julgamento que o condenou à morte por envenenamento. É, talvez, o primeiro grande caso na história da humanidade de um homem ser condenado por ter ideias diferentes do estabelecido pela sociedade. Através desse caso, a peça debate a
liberdade de expressão e o pensamento no mundo contemporâneo.
O espetáculo, formalmente, é simples. No palco, Sócrates sozinho, em figurino neutro e atemporal, defende perante a plateia de “espectadores-jurados” não apenas suas ideias, mas sobretudo o direito de tê-las. Defende a necessidade de examinar a vida do ponto de vista
ético e a busca pela sabedoria, e não pela satisfação material. E são nesses conteúdos que está a grande força do espetáculo, pela imensa relevância de suas palavras para o momento em que vivemos.
Indicação 14 anos – Gratuito – Duração: 60 min.
Retirada de ingressos na casa da Cultura á partir do dia 12/06

17/06 – Espaço Cultural – Evento de animais do Rotaract Club –  Projeto Rotacão – 8h30  as15h. (a partir da 7h). Ligar para Guilherme

17/06 – Casa da Cultura – 20:00 – Bodas de Sangue – Grupo Aire Flamenco – Dir. Marcelo Estrella – 1 Litro de leite

21/06 – Casa da Cultura –  19h – Filme  Pontos Mis –  Colegas – classificação livre
Stallone (Ariel Goldenberg), Aninha (Rita Pook) e Márcio (Breno Viola) eram grandes amigos e viviam juntos em um instituto para portadores da síndrome de Down, ao lado de vários outros colegas. Um belo dia, surge a ideia de sair dali para realizar o sonho individual de cada um e inspirados pelos inúmeros filmes que já tinham assistido na videoteca local, eles roubam o carro do jardineiro (Lima Duarte) e fogem de lá. A imprensa começa a cobrir o caso e a polícia não gostou nem um pouco dessa “brincadeira”. Para resolver o problema, coloca dois policiais trapalhões no encalço dos jovens, que só querem realizar os seus sonhos e estão dispostos a viver essa grande aventura, que vai ser revelar repleta de momentos inesquecíveis.

22/06 –  Teatro Municipal – 20h30 – Show Musical Cênico: O livro que Canta – Nelson Itaberá com participação especial Guto Hueb – Informações: 14997948982
Um show musical teatralizado, com a transformação de contos e crônicas em música. Um roteiro inusitado, que faz o público pensar sobre seu modo de vida, os planos, os conflitos internos e oferece uma viagem sonora e emocional através da relação entre canções e contos, crônicas e prosa. O espetáculo aprovado pelo selo PROAC em 2016 e 2017 está percorrendo cidades paulistas. O show, com performance teatral, tem 1h40 de duração, para jovens e adultos, com banda de 11 músicos e uma trupe de 25 pessoas.
O show musical integra o projeto LITERATURA CANTADA NA ESTRADA, de autoria do jornalista e compositor Nélson Itaberá Gonçalves, formado pela Unesp de Bauru, autor de quatro CDs autorais com MPB, samba, jongo e baião, e do livro que originou a pesquisa sobre a relação entre palavras e sons, sílabas e notas musicais e sobre a identidade cultural brasileira a partir da música.
Classificação etária:  a partir de 10 anos
Duração do espetáculo: 1h40
Realização: Realização do edital PROAC ICMS (Literatura cantada na estrada número 22.857), Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura com apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Lençóis Paulista.
Retirada de Convites: 18/06 as 12h na Casa da Cultura – Gratuito.
https://www.youtube.com/watch?v=ryPo1x5lLTs&feature=youtu.be

Dia 23/06 – Teatro Municipal – 20h – Peça O Menino e Sua Bacia
Com o Grupo Mariza Basso Formas Animadas
Sinopse: Narra às aventuras e desventuras de um menino que, certa vez,enquanto sua mãe estendia roupa no varal, pulou dentro de uma
bacia e começou acavalgar como se montasse um cavalo, deixando rastros para encontrar o caminho devolta, um dia acaba dentro de um rio que o
leva de encontro a uma cachoeira e quando sevê as voltas com a morte surge o Destino que o salva e o ensina a remar de volta, com acondição
de que ele nunca conheça o mar. Feito o trato com o Destino, que de tudo passaa protegê-lo, começam as aventuras do menino por florestas,
pelos rios e pelas estrelas. Mas o menino curioso resolve desafiar o Destino e parte em busca do mar.O texto fantástico e inédito é de
autoria de Luiz Vitor Martinello que é narrado na íntegra por três personagens lavadeiras que através da manipulação direta de bonecos e objetos.
Indicação acima de 7 anos – Classificação livre
Gratuito – Duração 50 min.
Retirada de ingressos na casa da Cultura á partir do dia 18/06

24/06 – Praça Paulo Freire (em frente a Casa da Cultura) em caso de Chuva no Espaço Cultural “Cidade do Livro” – 8h- Feira dos Instrumentos Projeto Guri – Projeto Guri

26/06 – Espaço Cultural – 9:30 – Reunião COMDEMA

27/06 – Teatro Municipal – 19h –  Apresentação musical com o Projeto Guri – Polo Lençóis Paulista.
Retirada de convites dia 25/06 – 12h na Casa da Cultura.

Dia 28/06 – Teatro Municipal – 8h30 e 9h30 – Contação de Histórias “Histórias de Teatro”
Com Leda Fernandes
Sinopse: Uma viagem pela história do teatro desde os gregos até o palco do teatro municipal Adélia Lorenzetti. Com grande ludicidade e simpatia a
contadora utiliza de narrações, fatos históricos e períodos teatrais, acessórios como máscaras, livros, figurinos para conduzir o grupo de
aproximadamente 40 espectadores, do saguão do teatro ao palco.
Ludicidade e estímulo a arte garantida. Gratuito
Agendamento no Teatro Municipal Adélia Lorenzetti – 14 3263 0044.

29/06 – Casa da Cultura – 14h – OFICINA PONTOS MIS – Cine Camiseta: Cinema de ontem e sempre
20 vagas
A partir de 10 anos
Sinopse:
Vivência cinematográfica lúdica para crianças e adultos, com a demonstração de um projetor de cinema, um Super 8mm; projetando nas camisetas das pessoas. A camiseta vira uma tela viva, aguçando a imaginação e despertando os sentidos de ver, refletir e discutir sobre a história do cinema, que começou totalmente mecânico com película, depois passando pelas mídias físicas VHS/Beta, LaserDisc, DVD/Blu Ray, depois o cinema digital em HDs, até chegar aos dias de hoje: o cinema virtual (sem mídia).

Oficineiro: Diaulas Ullysses:
Diaulas Ullysses é cineasta, radialista, cineclubista, produtor, professor de audiovisual e pesquisador independente de audiovisual, graduou-se no curso Gestão de Rádio e TV Universidade Bandeirante de São Paulo e concluiu o curso de direção de cinema na Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André. Trabalhou em diversas ações de cinema e vídeo: como Mostras, Festivais, Movimento Cineclubista, Revistas e Livros; além de ministrar oficinas e cursos por São Paulo, ABC e interior do estado. Ajudou na concepção e coordenação da sala de cinema “Cine Eldorado” de Diadema – SP. Realiza desde 1995, filmes, institucionais e videoclipes.
http://www.pontosmis.org.br/atividade/cine-camiseta-cinema-de-ontem-e-sempre

Dia 28/06 – Teatro Municipal – 20h – Peça Circence Respeitável Público
Sinopse: Madame Poatrine e Begônia apresentam ao seu respeitável público esquetes cômicas baseadas na tradição brasileira circense de
picadeiro. A consagrada dupla cômica “Branco e Augusto” serve como ponto de partida para as relações criadas entre as duas palhaças que,
em meio a muitas confusões e trapalhadas, divertem e encantam espectadores de todas as idades.
Indicação á partir de 7 anos –  Classificação Livre
Retirada de ingressos à partir do dia 25/06 na Casa da Cultura – Gratuito

29/06 e 30/06 – 19h – Casa da Cultura – Grupo de Dança : André Estrella.

Dia 30/06 – Teatro Municipal – 20h – Peça Operilda na Orquestra Amazônica
Sinopse: Interpretada pela atriz e autora Andréa Bassitt, é uma bruxinha engraçada e apaixonada pelo Brasil e tem uma missão: contar a
história da música erudita brasileira para as crianças, em apenas uma hora. Se conseguir, vai ganhar uma orquestra completa só para ela.
Para isso, sua tia Opereta lhe dá uma camerata de seis músicos eruditos e Livrildo, um livro mágico que vai ajudá-la. Ao longo do
espetáculo, Operilda passeará por diferentes ritmos musicais, estilos e compositores para conseguir cumprir a sua tarefa. Os músicos: Elaine
Giacomelli (piano), Cássia Maria (percussão), Clara Bastos (contrabaixo), Paula Souza Lima (violino), Joca Araújo (clarinete e
flauta) e Joyce Peixoto (trombone). O repertório traz composições de nomes históricos da música erudita brasileira, como Alberto
Nepomuceno, Padre José Maurício, Carlos Gomes, Villa-Lobos, Camargo Guarnieri e Guerra-Peixe, e da música popular, como Ernesto Nazareth,
Chiquinha Gonzaga, Xisto Bahia e Tom Jobim, além de canções de origens folclórica, africana e indígena brasileiras. Já o cenário, assinado
por Marco Lima, traz referências à Floresta Amazônica com resoluções lúdicas e encantadoras.
Gratuito – Classificação Livre – Indicação á partir de 7 anos
Duração 60 min. Retirada de ingressos à partir do dia 26/06 na Casa da Cultura.

Deixe uma resposta