Claudinei Quirino da Silva

claudinei-quirino

Claudinei Quirino da Silva nasceu em Lençóis Paulista, no dia 19 de novembro de 1970 Filho de pais pobres, morou em um orfanato até os dezessete anos. Quase caiu na marginalidade antes de ser descoberto por um técnico de atletismo, quando ainda trabalhava num bar na beira da estrada. Treinando em Presidente Prudente, Claudinei superou problemas físicos e dificuldades financeiras, tornando-se um dos maiores velocistas brasileiros de todos os tempos. Suas especialidades eram as provas de 100m, 200m, 400m e 4x100m rasos. É detentor dos recordes sul-americanos nos 200m rasos, com a marca de 19s89, e do revezamento 4x100m rasos, pela equipe do Brasil, com a marca de 37s90. Claudinei foi até hoje, o único atleta lençoense a participar de uma olimpíada

Principais resultados
Bronze nos 200m do Mundial de Atletismo de Atenas/97, com 20s26.
Prata no Mundial de Sevilha/99, na mesma prova, com 20s.
Ouro nos 200m na etapa final do Grand Prix da Iaaf em Munique/99 (19s89).

Jogos Pan-americanos de Winnipeg/99:
Ouro nos 200m, com 20s30, e no revezamento 4x100m, com 38s18 (com Edson Luciano Ribeiro, Raphael Raymundo e André Domingos)
Prata no revezamento 4x400m, com 2min58s56 (ao lado de Anderson Jorge dos Santos, Eronildes Araújo e Sanderlei Parrela).
Bronze nos 100m, com 10s13.
Prata no revezamento 4x100m na Jogos Olímpicos de Sydney-00, com 37s90 (no quarteto formado por Edson Luciano, André Domingos e Vicente Lenílson).
Prata no Pan de Santo Domingo-2003, no 4x100m, com a mesma formação de Sydney.

Olimpíadas de Inverno
Depois de declarar que não competiria mais pelo Atletismo, Claudinei foi chamado para integrar a equipe de bobsleigh do Brasil nas Olimpíadas de Inverno de 2006.