“De Partida” no Teatro Adélia Lorenzetti

Neste espetáculo, os personagens da Cia Suno criam um universo colorido e divertido, e trazem a nostalgia cantada na música típica da alma do artista.

A peça será apresentada gratuitamente no Teatro Municipal Adélia Lorenzetti no próximo domingo, às 20h. Em 2016, a Cia Suno completou 18 anos e comemorou sua maioridade com a estreia nacional do espetáculo “De Partida”. Nesse espetáculo o público pode se divertir e se emocionar com as peripécias de Sanduba e Fiorella em uma cruzada pelo mundo, como novos ciganos. Carregando suas malas e os poucos objetos que acumularam em suas vidas (guarda-chuva, chapéus, cartolas e instrumentos musicais) eles buscam novos desafios por onde passam. Dirigido por Marcelo Lujan, “De Partida” traz à cena números de contorcionismo, mágica, equilibrismo, acrobacias e muita palhaçada.

“Neste projeto, a Cia Suno cria um universo colorido e divertido com o personagem lúdico do palhaço, mostrando que esse personagem segue sua essência e exerce sua maior função dentro do circo: espalhar alegria”, declara Duba Becker, artista que dá vida ao palhaço Sanduba. “Imagens inspiradas nas obras impressionistas de Toulouse Lautrec e Mentor Blasco, trazem um ar fugaz e ao mesmo tempo marcante, de passagem, de artistas que não deixam nada além de um perfume e um suspiro nostálgico de alegria”, completa a artista e fundadora da companhia, Helena Figueira.

A peça já foi apresentada em mais de vinte cidades, e por onde passa é um absoluto sucesso. Em Lençóis, ela será apresentada no Teatro Municipal Adélia Lorenzetti neste próximo domingo, dia 09, às 20h. Os ingressos são gratuitos e serão distribuídos a partir das 19h na bilheteria do teatro.

A Cia Suno:

Composta por uma atriz dramática e circense, formada pelo CPT e pela École National du Cirque Annie Fratellini (Helena Figueira) e um artista acrobata com domínio das técnicas de malabares (Duba Becker), a Cia Suno foi fundada em 1998 por um grupo de amigos que sonhavam criar um núcleo de pesquisa cênica na cidade de Santos.

Inicialmente, a Cia dedicou-se a pesquisas sobre o teatro do absurdo, realizando estudos sobre “Fando e Lis”, “Piquenique no Front” e “O Arquiteto e o Imperador da Síria”. Logo após, iniciou um trabalho sobre “Esperando Godot”, onde integravam as artes circenses e dramáticas. O espetáculo que recebeu três prêmios de melhor ator (Victor Nóvoa) e indicações de melhor direção e melhor ator coadjuvante iniciava aí a “identidade” da Cia Suno: mesclar a riqueza poética do circo com a linguagem teatral, sem perder a essência da máscara. Todas as peças realizadas pela companhia, desde então, têm uma temática, uma história.

Hoje a Cia Suno tem dezesseis espetáculos em seu repertório. Há desde o lúdico “A Bailarina e o Palhaço”, que conta uma linda história de amor entre esses tradicionais personagens do universo infantil; como o dinâmico “Estripulias no Circo”, que apresenta a história da criação do circo em ordem cronológica, passando pelo circo de cavalaria inglês, circo chinês, russo, até a linhagem mais moderna e inusitada.

Além de se dedicar à arte circense nestes 18 anos de existência, a Cia Suno assinou a coreografia da comissão de frente das Escolas de Samba X9 Santista (2008) e Gaviões da Fiel (2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015). Também foi convidada pelo Ministério do Turismo e Embratur para representar a arte circense brasileira em Lisboa, Madrid e Argentina.

FICHA TÉCNICA

  • Roteiro e criação: Cia Suno
  • Direção: Marcelo Lujan
  • Assistência de Direção: Daniela Rocha Rosa
  • Elenco: Duba Becker e Helena Figueira
  • Cenografia: Palhassada Ateliê
  • Iluminação: Marcos Tadeu Diglio
  • Figurinos: Helena Figueira
  • Produção: Moretti Cultura e Comunicação

SERVIÇO

  • O quê: De Partida – Com a Cia Suno
  • Onde: Teatro Municipal Adélia Lorenzetti – Rua Cel Alvaro Martins, 790 – Lençóis Paulista
  • Quando: 09 de julho, às 20h
  • Quanto: Gratuito
  • Para quem: Livre
  • Informações: 3263-0044 e 3263-6525

Deixe uma resposta