Defesa Civil realiza simulação de inundação na Vila Contente nesta terça-feira

A Defesa Civil de Lençóis Paulista realiza nesta terça-feira, no período da manhã. uma simulação de ocorrência na Vila Contente. A simulação é uma ação preventiva que serve para testar se todos os procedimentos planejados para lidar com uma situação de inundação, ou processos hidrológicos correlatos, estão funcionando corretamente. Desde o dia 1º de dezembro Lençóis Paulista já está em Estado de Atenção por conta do período de chuvas, ou seja, já está sendo realizado o monitoramento das condições meteorológicas e ambientais relativas ao Rio Lençóis, assim como definidas as responsabilidades e modos de atuação em caso de emergência. A simulação vai envolver o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e diversos órgãos da Prefeitura. O Posto de Comando da Vila Contente, que já foi definido no Plano de Contingência para Inundações e Processos Hidrológicos Correlatos da Defesa Civil, será o salão paroquial da Igreja de Santa Rita, que será usado como referência para a comunidade local. “Estamos publicando esta matéria para avisar todos os moradores, principalmente os que residem na Vila Contente, que realizaremos nesta terça-feira um exercício simulado, com a movimentação de diversas pessoas e veículos. Estamos num período de chuva e o risco de que ocorra uma inundação existe, então precisamos nos preparar”, declarou o comandante da 5ª Companhia da Polícia Militar de Lençóis Paulista, capitão Juliano Xavier, que também é presidente da Defesa Civil de Lençóis. O capitão Xavier, em um horário não definido previamente, vai acionar o alerta para a mobilização das equipes. “Nosso objetivo é testar o tempo de mobilização das equipes e se cada um dos segmentos tem conhecimento de suas funções e dos locais de direcionamento de pessoas eventualmente atingidas”, explicou. Na semana passada, a equipe do Corpo de Bombeiros em conjunto com servidores do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) realizou no Lago da Prata uma simulação de resgate na água, também como medida preparatória a uma eventual inundação em Lençóis.

PREVENÇÃO

Além das simulações realizadas pela Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, durante este ano foram desenvolvidas várias ações com o objetivo de evitar ou mesmo amenizar os efeitos das chuvas de janeiro e fevereiro em Lençóis Paulista. No começo do ano, a Prefeitura promoveu uma reestruturação da Defesa Civil e também do Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Lençóis (CGBH-RL), quando foram eleitos os membros do Comitê Técnico – que envolveu especialistas em meio ambiente de diversas empresas e entidades da região – e também do Conselho Administrativo e Fiscal No âmbito da Defesa Civil, ao longo desse ano foi elaborado o Plano de Contingência, que visa estabelecer todos os procedimentos operacionais que devem ser seguidos tanto no período de Atenção, como caso ocorra uma inundação. Esse Plano de Contingência definiu três postos de comando caso ocorra uma grande inundação, sendo eles o Salão da Igreja Santa Rita, a Base do Corpo de Bombeiros e a Acilpa. No âmbito do Comitê, ao longo de 2017 foram desenvolvidos os trabalhos mais técnicos que serão utilizados nesse período para o acompanhamento climático diário, com verificação de condições de chuva e das condições de absorção do solo, e também a criação de uma cadeia de custódia de represas de Lençóis Paulista e região, que durante esse período terão seus volumes reduzidos para receber a água da chuva e liberar essa água de forma gradativa no Rio Lençóis. Além disso, o Comitê faz o acompanhamento, através de pluviômetros instalados ao longo de toda bacia, sobre o quanto já choveu. Esses dados são confrontados com o que ainda está previsto chover, o que permite medir o risco de uma inundação.