Falta de habitat natural, animais migram para a zona urbana em busca de alimentos

Jornais, tevês e mídias sociais divulgam diariamente a existência de animais selvagens perambulando pela  região urbana dos municípios. A falta de habitat natural faz com que os bichos procurem o que comer na periferia das cidades. O maior vilão dessa estória é o cultivo de áreas sem nenhuma responsabilidade ambiental. A monocultura e o sistema quase predatório de se preparar as terras também colaboram com a extinção da fauna. Há quem afirme que dentro de poucos anos, se alguém quiser conhecer um pássaro ou qualquer outro animal só poderá fazê-lo por meio de fotografias. Foi pensando nisso que o lençoense Santino Frezza  adotou como hobby a arte de fotografar animais – sobretudo, pássaros – e assim, arquivar fotos para as gerações vindouras.

gato-santino1

Domingo passado,  15 de outubro, andando pelas estradas rurais do município de Avaré em busca de fotos de aves em liberdade, ele deu  de cara com um gato mourisco, (nome científico Puma yagouaroundi). Trata-se de um felino selvagem, também conhecido como gato do mato. Apesar da surpresa e da emoção do momento, Santino conseguiu fotografar o animal. Confira as três fotos enviadas pelo artista lençoense.

gato-santino3
Gato do mato fotografado pelo Lençoense Santino Frezza (Zona rural de Avaré)

Deixe uma resposta