Francisco Romero

francisco_romero

Filho de imigrantes espanhóis, Francisco Romero nasceu na cidade de Avaré em 1901. Ainda criança mudou-se com a família para Lençóis Paulista e fixou residência na zona rural. Casou-se com Gabriela Martins com quem teve a filha Aparecida Romero Blanco, que em 1945 casou-se com José Lourenço Blanco. Separado da primeira esposa em 1947,  em segundas núpcias Francisco casou-se no final dos anos 50 com a senhora Carolina Paccola, com quem teve a filha Maria Eléia Romero que mais tarde, casou-se com Roque Guarido.   Sem muita escolaridade, Francisco dedicou a sua vida às lides  rurais, sobretudo no manejo de pomares e em jardinagens. Durante muitos anos foi caseiro na residência do empresário Pedro Natálio Lorenzetti, um dos fundadores da Usina Barra Grande. Prestimoso com as coisas alheias Francisco agregou ao seu currículo muitos elogios de seus patrões e isso facilitava sobejamente quando da procura de um novo trabalho. Na cidade, trabalhou como ajudante de pedreiro, capinou quintais, cuidou de hortas, ajudou na construção da estação ferroviária, da igreja matriz, entre outras atividades. Rodou fazendas, sítios e chácaras e terminou seus dias cuidando dos jardins da residência do médico José Antonio Garrido na rua 15 de Novembro no centro de Lençóis Paulista. Francisco Romero faleceu em 15 de setembro de 1979, com 78 anos de idade. Seu corpo está sepultado no cemitério de Lençóis Paulista.