Lençóis confirma quatro casos de raiva bovina

 

A diretoria de Saúde de Lençóis Paulista confirmou nesta terça-feira (16) quatro casos de raiva bovina na cidade. Além dos casos confirmados, existem outros 5 suspeitos. Um deles aguarda o resultado do exame. De acordo com o diretor de Saúde, Ricardo Conti, alguns veterinários que trabalham com animais de grande porte da região começaram a alertar que alguns bovinos e equinos estavam apresentado os sinais da doença, relatando inclusive, algumas mortes.“Diante do relato desses profissionais nós acionamos o escritório de Defesa Agropecuária do Estado de São Paulo, que é ligado à Secretaria de Agricultura, que está acompanhando a situação. Nós disponibilizamos também uma veterinária que temos em nosso quadro de servidores para realizar a coleta do material encefálico e enviar para análise. Dessa análise, resultaram esses quatro casos positivos. Por isso, estamos divulgando isso para a imprensa, para alertar os pecuaristas da região que nós temos raiva bovina na região e que existe uma forma simples de prevenção que é a vacinação”, declarou Conti. O diretor pediu ainda que os produtores realizem a vacinação o mais rápido possível, já que ela leva alguns dias para imunizar o gado. “Isso porque a vacina é ministrada em duas doses. Nós temos animais que morreram com raiva que haviam tomado somente a primeira dose”, alertou.A raiva é uma encefalite aguda viral transmitida através da mordedura de animais doentes e portadores, e que se caracteriza por um quadro neurológico fatal. A raiva bovina é geralmente transmitida pela mordedura de morcegos hematófagos, que atuam como portadores, reservatórios e transmissores do vírus da raiva. Conti disse ainda que as regiões de Lençóis Paulista onde foi confirmada a doença ou encontrados animais com os sintomas e marcas de mordida de morcego são Fartura e Vargem Limpa. O diretor pediu também para que os pecuaristas limpem suas fazendas, principalmente galpões, celeiros ou casas abandonadas que podem atrair e servir de abrigo para o morcego, principal transmissor da doença. Donos de propriedades que encontrarem focos de morcegos devem avisar a Diretoria de Saúde. Não tentem matar e nem espantar o morcego.

Vacinação

A diretoria de Saúde segue com a vacinação contra raiva para cães e gatos inciada dia 5 de agosto. Diante do surto de casos de raiva bovina, a diretoria antecipou a vacinação dos animais domésticos da área rural, que estava programada para acontecer no final da campanha. A coordenadora de Proteção Animal, Milena Montanholi Mileski, informou que os proprietários rurais que tem cães e gatos em suas propriedades podem antecipar a vacinação levando seu animal no Canil Municipal para receber a vacina. “A campanha de vacinação antirrábica na zona rural já começou. A veterinária do Canil Municipal vacinará os cachorros e gatos das propriedades rurais do município de Lençóis Paulista. A vacinação ocorrerá de quarta-feira das 8h às 17h e, com o aparecimento da raiva nos bovinos, surge o risco de contaminação de cães e gatos que podem passar para o ser humano. Por isso, pedimos para que todos vacinem seus cães e gatos, tanto na área urbana como rural”, ressaltou.

Foto: Diretor de Saúde, Ricardo Conti e coordenadora de Proteção Animal, Milena Mileski, falam sobre importância de vacinar os rebanhos contra raiva

Deixe uma resposta