Lençóis realiza audiência pública para ser reconhecida como Capital Nacional do Livro

A Prefeitura e a Câmara Municipal de Lençóis Paulista realizam na próxima sexta-feira, dia 1º de dezembro, às 9h, no Teatro Municipal Adélia Lorenzetti, audiência pública conjunta que faz parte do processo que visa declarar Lençóis Paulista como a Capital Nacional do Livro. O evento é aberto a toda população e tem por objetivo discutir a importância da ação que pode fomentar o turismo e a economia de Lençóis Paulista.
A audiência pública é uma exigência da Câmara dos Deputados para dar continuidade à tramitação do projeto de lei apresentado pelo deputado federal Capitão Augusto, que visa declarar Lençóis Paulista como a Capital Nacional do Livro. O projeto de lei foi feito a pedido do vereador e presidente da Casa de Leis, Manoel dos Santos Silva, o Manezinho, e dos vereadores Jucimário Cerqueira dos Santos, o Bibaia, e Luiz Gonzaga da Silva, o Luizinho do Açougue.

CIDADE-LIVRO2
“Queria pedir a participação de toda população de Lençóis nessa audiência pública, que é uma das etapas mais importantes para declarar nossa estimada cidade como Capital Nacional do Livro. Depois de aprovado, esse projeto vai colocar Lençóis Paulita no mapa do Brasil e do mundo. Ser reconhecida como Capital Nacional no Livro será uma honra e uma grande responsabilidade para nossa cidade. Acredito que isso vai aquecer nossa economia, porque vamos realizar eventos de abrangência nacional nessa área”, declarou o prefeito Anderson Prado.
Vão participar da audiência pública o deputado federal Capitão Augusto, que é de Ourinhos e proponente do projeto de lei, o prefeito Anderson Prado, o presidente da Câmara, Manezinho, dentre outros políticos, autoridades do município e população. O evento serve ainda como uma declaração pública de que a cidade quer muito receber esse título.
De acordo com o vereador Manezinho, a ideia já existia há algum tempo, mas foi só em 27 de setembro deste ano que eles conseguiram fazer o pedido pessoalmente ao deputado Capitão Augusto. “Nessa data, eu, o Bibaia e o Luizinho estivemos em Brasília e fizemos esse pedido ao Capitão Augusto, que prontamente abraçou a ideia e começou a trabalhar para que isso efetivamente desse certo. Acredito que isso será muito bom para Lençóis Paulista, pois vai abrir as portas