Motorista morre carbonizado em colisão entre carretas

Após o violento choque em trecho da rodovia Castelo Branco houve uma explosão e homem, que estava preso nas ferragens, não conseguiu sair

Após colisão traseira seguida de explosão, carretas ficaram destruídas

Reprodução
Motorista Reginaldo Pereira da Silva ficou preso nas ferragens e morreu carbonizado
Um motorista de 37 anos morreu carbonizado em grave acidente registrado no fim da noite de sexta-feira (17) na altura do quilômetro 207 mais 500 metros da rodovia Castelo Branco (SP-280), próximo à praça de pedágio de Itatinga (120 quilômetros de Bauru).
Segundo a Polícia Rodoviária, Reginaldo Pereira da Silva conduzia uma carreta com placas de Marília, carregada com amido de milho, sentido Interior-Capital.
Por razões a serem esclarecidas, por volta das 23h, ele colidiu na traseira de uma carreta com placas de Regente Feijó, que estava carregada com açúcar.
Após o choque, houve uma explosão e os veículos pegaram fogo. O motorista da carreta de açúcar, de 29 anos, conseguiu sair a tempo e não se machucou.
Já Reginaldo ficou preso nas ferragens e morreu carbonizado. Equipes do Corpo de Bombeiros de Botucatu e Itatinga foram acionadas para conter as chamas.
O corpo do motorista, que morava em Marília, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Botucatu.
As causas do acidente serão investigadas.

Fonte: Paulo Franco

Deixe uma resposta