Museu Alexandre Chitto

Historia16MAC

Inaugurado em 23 de abril de 1988, na administração do ex-prefeito Ideval Paccola (1983-1988) o Museu Histórico e Cultural “Alexandre Chitto” teve como sede inicial uma das alas do antigo prédio da Destilaria Central. Idealizado, organizado e entregue à população pelo seu patrono, o Museu transferiu-se para a esquina das ruas Cel. Joaquim Anselmo  Martins com a Av. Vinte e Cinco de Janeiro no final de 1996, na administração de Adimilson Vanderlei Bernardes. Com um acervo rico e muito organizado, o Museu oferece aos moradores de Lençóis Paulista, sobretudo aos estudantes, parte ou quase tudo sobre a história da cidade. O trabalho realizado ao longo dos anos pelo jornalista e historiador Alexandre Chitto, hoje serve de referência para novos historiadores e curiosos.

Casa da Cultura Professora Maria Bove Coneglian

historiia16-casacultura

A Casa da Cultura “Maria Bove Coneglian”  também foi criada no governo do ex-prefeito Ideval Paccola, (1983-1988) morto em 12 de agosto de 2003. A primeira diretora de Cultura foi a professora e psicóloga Tahís Jacon, atual diretora da escola Rubens Pietraroia. Inicialmente a Casa da Cultura foi instalada  em uma sala lado da antiga Assistência Social (onde está o Museu hoje). Depois foi transferida para o antigo prédio do Lençóis Hotel, onde está instalada atualmente. A patrona da casa da Cultura morreu no início de ano de 2006. Professora de música, Dona Maria veio de Campinas para Lençóis Paulista há muitos anos e aqui trabalhou até o dia de sua  morte.

CONFIRA OUTROS DADOS HISTÓRICOS DE LENÇÓIS PAULISTA