Parceria entre hospital e Secretaria de Saúde busca minimizar fila de espera

Foto: Secretário de Saúde, Ricardo Conti, fala sobre nova etapa do Fila Zero

Uma parceria firmada entre o Hospital Nossa Senhora da Piedade com o município, através da Secretaria de Saúde, abrirá caminho a partir de maio para minimizar as filas de espera nas especialidades de Otorrino e Vascular. Essa é a quarta etapa do Programa Fila Zero, que visa reduzir ou eliminar as filas por atendimentos, exames e cirurgias no município.O secretário Ricardo Conti Barbeiro confirmou que pela parceria as consultas serão realizadas no ambulatório do hospital e serão atendidos os pacientes em espera já com encaminhamento de médicos das Unidades de Saúde do Município. Atualmente existem 257 pessoas na fila para atendimento com médico vascular e 270 para otorrino. A previsão é de que em maio já comece essa etapa de atendimento. Na área vascular, o médico à disposição atenderá 160 consultas no mês, já o otorrino disponibilizará 16 consultas/mês. Os casos que apresentam necessidade de cirurgia também serão atendidos com procedimento dentro do próprio Hospital Nossa Senhora da Piedade.“Ressaltamos que esse atendimento é mais uma etapa do projeto Fila Zero, que tem por objetivo minimizar a espera dos pacientes nas diversas especialidades atendidas pela Secretaria”, comentou o secretário da Saúde.Quando ao programa Fila Zero, Ricardo fez questão de ressaltar que “através de pedidos do vereador Nardeli da Silva na Câmara Municipal, a Secretaria de Saúde buscou meios para atender o apelo popular, firmando esse convênio com o hospital nas duas especialidades. Aos poucos vamos diminuindo a fila de espera que se formou ao longo do tempo”, disse Ricardo.Ainda sobre atendimento em especialidades, Ricardo Barbeiro disse que aguarda o resultado do concurso realizado recentemente para psiquiatra, dermato e pediatra, para contratação temporária em substituição a médicos que se desligaram da rede municipal. “O resultado deve sair em breve e a reposição deverá ocorrer até o final de maio”, finalizou o secretário.

Deixe uma resposta