Prado assume presidência do Comitê Gestor da Bacia

O prefeito de Lençóis Paulista, Anderson Prado, foi eleito na noite desta sexta-feira (17) para presidir o Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Lençóis (CGBH-RL). A mandato será de dois anos e vai até 2018. A reunião aconteceu na sala de sessões Mário Trecenti, na Câmara Municipal de Lençóis Paulista, onde ocorreu uma Assembleia Geral para eleger também os membros do Conselho Técnico e Conselho de Fiscalização.

Em seu discurso, o prefeito de Lençóis Paulista afirmou que o objetivo é trabalhar de forma integrada para resolver os problemas que são regionais. “Eu coloquei meu nome à disposição por que Lençóis é uma das cidades que mais sofre com o excesso de água no Rio Lençóis e tive meu nome aceito pelos demais prefeitos e técnicos da região. Mas como sempre disse, meu objetivo será trabalhar de forma integrada, com a ajuda de todos, para buscar soluções para os problemas da bacia, inclusive as cheias e inundações em Lençóis que são históricas”, declarou Prado.

O objetivo do Comitê Gestor é implantar um modelo de gerenciamento integrado para a recuperação ambiental da Bacia do Rio Lençóis e instituir mecanismos de prevenções de sinistros de inundações.

A vice-presidência do Comitê ficou para o prefeito de Macatuba, Marcos Olivato, e a secretária Executivo o eleito é Antonio Carlos Perucci Junior. Também foi eleito para presidir o Conselho Técnico Sidney Aguiar e Evandro Luiz Manfio presidirá o Conselho de Fiscalização.

Já fazem parte deste Comitê Gestor representantes das empresas AmBev, Duratex, Lwart, Lwarcel e Frigol, no entanto, o Ministério Público irá convocar outras empresas e municípios para a composição colegiada que ainda não aderiram ao Comitê.

O Conselho Técnico será responsável pelos pareceres técnicos e estará no centro de decisões técnicas do CGBH, os membros elegerão um presidente, que irá traçar as pautas técnicas do Comitê.

O grupo é formado pelas cidades de Agudos, Borebi, Lençóis Paulista, Areiópolis, Macatuba, São Manuel e Igaraçu do Tietê, que são banhadas pelo Rio Lençóis.

Deixe uma resposta