Ser sustentável é pensar no bem comum

Foto: As irmãs Alexandrina e Anésia conversaram com Tupã
sobre a preservação do meio ambiente

Quando falamos em sustentabilidade, automaticamente estamos nos referindo a preservação do meio ambiente para garantir os recursos naturais para a presente e futuras gerações. Neste sentido, as senhoras Alexandrina de Oliveira, de 103 anos, e Anésia Marques do Amaral, de 79 anos, mãe e filha, dão exemplo de conscientização.

As moradoras do Jardim Itamaraty entraram em contato com a Diretoria de Agricultura e Meio Ambiente para solicitar a poda de uma árvore localizada em frente ao imóvel onde residem, e na oportunidade conversaram com o diretor da pasta, Claudemir Rocha Mio (Tupã).

“As duas senhoras expuseram a preocupação e a importância da arborização para o bem coletivo e para a qualidade de vida da população, mostrando um alto grau de sensibilização, educação e consciência ambiental, independente da faixa etária, e até mesmo um sinal de altruísmo, ou seja, o de pensar no bem do próximo em relação ao futuro, principalmente quando se trata do meio ambiente em que vivemos, com mais árvores para o bem comum”, comentou o diretor Rocha Mio (Tupã).