Vinicius Marchese apresenta propostas inovadoras para o CREA-SP

 

A eleição para o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP) acontecerá no dia 15 de dezembro. Durante o pleito, serão escolhidos os presidentes do CREA-SP, CONFEA, Mútua-SP e Diretor Administrativo da entidade.  O atual presidente licenciado Vinicius Marchese concorre ao cargo de presidente do CREA-SP. “Tenho 12 anos de CREA, período em que pude conhecer todos os departamentos e em que exerci diversos cargos eletivos. Estou preparado para dar continuidade ao trabalho nesta autarquia tão importante para o Estado de São Paulo, em que pretendo unir a eficiência demonstrada na minha gestão com propostas inovadoras”, afirma.

Determinado em resolver problemas e obter resultados em conjunto com a equipe, Marchese iniciou um trabalho de reposicionamento do órgão durante os 11 meses em que esteve à frente do CREA-SP. “Saímos da 27ª posição como o CREA que menos fiscalizava em todo o País para o 1ª lugar em fiscalização. Para se ter ideia, isso significa que para cada R$ 1,00 investido em fiscalização geramos R$ 4,00 em receita. Além disso, fui um dos responsáveis pela criação do programa CREA Jovem Paulista, que aproxima os futuros profissionais do cotidiano do Sistema Confea/CREA e da área tecnológica, estabelecendo parcerias com instituições de ensino e ini ciativa privada, identificando talentos e investindo no futuro dos acadêmicos e recém-formados”, ressalta.

Dentre as propostas inovadores de Marchese estão a implantação de uma área de compliance para prevenir, detectar e corrigir irregularidades em processos licitatórios e administração de contratos públicos; a criação de uma Câmara de Arbitragem para resolução mais rápida e eficaz de conflitos; e a criação de uma cooperativa financeira focada na cooperação e ajuda mútua para concessão de créditos em condições vantajosas aos associados.

Sobre Vinicius Marchese

Vinicius Marchese é paulista de Mogi Guaçu e mora em Mogi Mirim. Engenheiro de telecomunicações, formado pela Universidade de Taubaté (UNITAU), é pós-graduado em Tecnologia de Redes e Sistemas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e especializado em gestão de negócios pela Dublin Business School (Irlanda).  Atuou em grandes empresas de telecomunicações (VIVO e Embratel) e também como empresário na área de Tecnologias em Iluminação e Construções Sustentáveis. 

Há 12 anos atua no sistema CONFEA/CREA, tendo iniciado sua participação como membro de um grupo de trabalho no CREA-SP. Foi conselheiro do CREA-SP e diretor em dois mandatos. Foi também diretor da FAEASP, da FEBRAE e presidente licenciado da FEBRAE-SP. Em 2011, tornou-se diretor do CREA-SP e, em setembro de 2016, assumiu a presidência. Durante seu mandato, apresentou resultados significativos para instituição. Atualmente está licenciado da função e concorre ao cargo de presidente do CREA-SP.