Ações ambientais têm foco em proteção de nascentes

Nesta sexta-feira, 22 de março, data em que o mundo celebra o “Dia Mundial da Água”, nada mais importante do que desenvolver e implantar ações que tenham foco em proteção e recuperação ambiental de nascentes. Neste sentido, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (SAMA) trabalha em duas frentes, que envolvem diretamente os proprietários de terras, bem como as crianças e outros públicos para participação em ações com recomposição das matas ciliares de rios, córregos e nascentes na área territorial de Lençóis Paulista.
O desafio é grande, pois existem duas bacias principais, a do Rio Lençóis (Bacia Tietê-Jacaré), e bacia do Rio Claro (Bacia do Médio Paranapanema). Nesse contexto, estima-se que existam cerca de 900 propriedades rurais e muitas nascentes. Porém, a bacia do Rio Lençóis com seus afluentes recebe prioridade neste trabalho, uma vez que as águas também servem para abastecimento público da população. Vale destacar que as margens dos rios encontram-se bastante preservadas, devido a trabalhos de restauração florestal desenvolvidos pelos setores público e privado em nosso município.

Ação de recuperação ambiental
de nascentes e seu entorno

De acordo com a diretiva “Gestão das Águas” do Programa Município Verde Azul, para esta ação foi estabelecido um cronograma de até 12 anos, que envolve o sistema hídrico do município. A Secretaria de Meio Ambiente através do Viveiro Municipal de Mudas também fornece mudas nativas para esta finalidade aos proprietários de terras que, através do CAR (Cadastro Ambiental Rural), também podem desenvolver esses projetos por meio do programa “Nascentes”, da SAMA.

Ação Verde Azul de educação ambiental
com foco em recuperação de nascentes

Promover a educação ambiental neste processo está na diretiva “Gestão das Águas” do Programa Município Verde Azul, mais uma vez envolvendo os proprietários de terras e públicos participantes. A educação deve ser um processo contínuo de informação e formação, crítico e contextualizada. No ciclo 2019 já foram realizadas ações com a Agrícola São João (ASJ), no Córrego Faxinal, e, recentemente, no dia 21, (semana da água) com a Agrícola BPZ em nascente do Córrego Cachoeirinha. Além dos proprietários, participaram de palestra, visita em área de nascente e plantio de mudas, os alunos do 5º ano A da EMEF Esperança de Oliveira e a Professora Silmara Guirotti. A ação foi planejada pelo interlocutor do PMVA, Helton Damacena de Souza, e pelo representante da BPZ, José Lázaro Vieira, gerente de tratos culturais e planejamento da BPZ.

Leia Mais

Leia outras notícias

ESPORTES POLÍCIA CULTURA
POLÍTICA NACIONAL INTERNACIONAL

 



 

.... . .