Analisando 2020, veja o que bombou!

Um ano completamente sem parâmetros!  É impossível, não dá pra comparar 2020 com nenhum outro momento de nossa existência… Foi um periodo praticamente perdido, onde poucas coisas foram criadas. Mas, se você conseguir analisar mais de perto quais os temas mais pesquisados no Google, poderá perceber algumas tendências claras sobre o que aconteceu.

A produtividade em casa foi a única opção pra todo mundo, seja para subsistência, pro lazer, pro aprendizado, tudo! Todo mundo dependeu ainda mais da vida digital, quem não gostava muito de lidar com bancos e loterias online, não teve como fugir! Ou aprendia ou não conseguia nem pagar a conta de luz! Quer saber um pouco mais sobre tudo isso? Se liga nos tópicos mais acessados no Brasil.

 

Pandemia

É claro que este foi o assunto mais pesquisado, em todas as suas variações. Lockdown, auxílio emergencial, quarentena, álcool em gel e corona vírus dominaram o interesse público.

 

 

Personalidades

Os mais citados foram Donald Trump e seu sucessor Joe Biden; os ex-ministros da Saúde e da Justiça, Luis Henrique Mandetta e Sérgio Moro, além dos artistas que faleceram no ano passado: Louro José (Tom Veiga), o atleta Kobe Bryant, o gênio do futebol Maradona e o ator Flávio Migliaccio.

 

 

Eventos Esportivos

Um dos mais citados, infelizmente nem aconteceu: as Olimpíadas. Além disso, falou-se muito do Brasileirão, Champions League e da Copa do Brasil. Também teve lugar nesta lista, a NBA e a NFL.

 

 

Cultura e Entretenimento

Pantera Negra foi muito lembrado, apesar do filme não ser novo, por causa da morte do ator principal da película, Chadwick Boseman. Parasita, filme coreano que amealhou os principais prêmios do cinema, também foi muito mencionado, junto com o brasileiro Bacurau. 365 dias, O milagre da cela 7, Frozen e os televisivos BBB, A Fazenda e a novela Amor de Mãe também dominaram as conversas.

 

Cultura Pop

O game Among Us estourou em popularidade, além de Valorant, Fall Guys e Last of Us 2.  A campanha dos fãs da série Annie with an E chamou a atenção. Cancelada pelo streaming Netflix, ela foi alçada aos primeiros lugares nos trends por causa do pedido feito para que a salvassem, com um abaixo-assinado com mais 1 milhão de assinaturas. Até agora, no entanto, nenhuma notíciapositiva neste sentido.

Culinária

O grande campeão da temporada foi o pão. Em todas as suas variações – doce, recheado, com linguiça, de queijo ou o simples, caseiro – muita gente que nunca havia “metido a mão na massa” acabou se aventurando. Outros pratos também muito pedidos foram o imbatível brigadeiro de colher e o delicioso e razoavelmente simples bolo de cenoura.

 

Atividades Caseiras

Todo mundo se empenhou, tentando fazer máscaras caseiras ou adaptando os exercícios que costumavam fazer nas academias (fechadas durante muito tempo) às atividades caseiras. Nem todo mundo conseguiu, muita gente ganhou bastante peso durante a quarentena, mas ao menos tentaram.

Outras pedidas que foram ampliadas neste tempo foram o cultivo de hortas caseiras, brincadeiras em família (tudo para entreter as crianças) e até mesmo como fazer uma festa junina sem sair da sala. Você tentou essa? Festas, aliás, podem ter sido um dos maiores problemas, já que muita gente não cumpriu a risca o isolamento social.

Outras inovações

A principal foi a invenção do Pix. Foi uma novidade  que ajudou a todo mundo. As lives no Instagram também agradaram muita gente presa em casa, mas acabaram enjoando. Algumas pessoas mergulharam no Tie Dye caseiro, enquanto outros morreram de rir com os vídeos do Tik Tok, aplicativo que estourou este ano.

 

 

 

 

Pensando bem, até que aconteceu muita coisa, não é?

.... . .