Charadas com respostas 2

CHARADA – O arqueiro

Um duque estava caçando na floresta com os seus soldados e servos quando se deparou com uma árvore. Nela havia um alvo pintado e bem no centro havia uma flecha fincada. Caminhando mais pela floresta, ele observou outros alvos pintados e em todos havia uma flecha bem no centro.
“Quem é este arqueiro incrivelmente habilidoso?” Exclamou o duque.
“Eu preciso encontrá-lo!”
Após caminhar pela floresta por alguns quilômetros ele se deparou com um rapaz carregando um arco e flecha.
O rapaz admitiu que foi ele quem atirou todas as flechas que estavam no centro de todos os alvos.
“Você caminhou até os alvos e martelou as flechas bem no centro, não foi?” Perguntou o duque incrédulo.
“Não, meu senhor. Eu acertei a 100 passos de distância. Eu juro por tudo que é mais sagrado.”
“Isso é realmente surpreendente “, disse o duque.”Tenho a honra de informar que a partir de agora você faz parte do meu exército.”
O rapaz agradeceu profundamente.
“Mas quero pedir um favor em troca”, o duque continuou. “Você precisa me dizer como você conseguiu esse feito excepcional.”
Como o rapaz fez isso?

Resposta:

O rapaz atirava as flechas e depois pintava o alvo em tono dela.


CHARADA – A viagem

Uma família foi fazer uma viagem através do estado de Minas Gerais em um ônibus inter-municipal. Os pais traziam os seus filhos para visitar alguns parentes que moravam em uma área rural remota. Quando o ônibus chegou ao pé de uma montanha, as crianças começaram a reclamar que estavam com fome. Os pais decidiram descer do ônibus logo que avistassem algum restaurante. Depois de alguns minutos, eles avistaram um restaurante à beira da estrada, então a esposa o apertou o botão de parada. O ônibus parou no acostamento da estrada e a família desceu. Primeiro o pai, depois a mãe, em seguida os filhos. O ônibus seguiu viagem.
Dentro do restaurante, os pais e as crianças estavam felizes, almoçando e assistindo TV. De repente um plantão de notícias de última hora disse que um terrível acidente tinha acabado de acontecer nas proximidades. Um ônibus tinha sido esmagado por pedras que rolaram de uma montanha e todos a bordo foram mortos.
Os pais ficaram chocados. Era o mesmo ônibus em que tinham acabado de estar. “Eu gostaria que a gente nunca tivesse saído daquele ônibus …”, disse a esposa. Quando o marido ouviu isso, ele cuspiu a comida dele e disse: “O que você está dizendo?”, Ele gritou. “Como você pode dizer isso?”
Então ele pensou por um segundo e disse: “Ah, eu entendo”, disse ele. “Você está certa. Nós não devíamos ter saído. ”
Por que eles disseram isso?

Resposta:

Se eles não tivessem saído dos ônibus, atrasando a viagem, o ônibus teria passado antes das pedras rolarem montanha abaixo.
————————————

CHARADA – A idade de Paulo

Paulo tinha 20 anos de idade em 1980, mas apenas 15 anos de idade em 1985. Como isso é possível?
Dica: Ele não nasceu em ano bissexto, não alterou a sua idade nos documentos e também não é um novo Benjamin Button.

Resposta:

As idades mencionadas são A.C. (Antes de Cristo) e não D. C. (Depois de Cristo) como você imaginou. Assim sendo, Paulo tinha 15 anos em 1985 A.C. e cinco anos mais tarde, em 1980, ele tinha 20 anos.
_______________________

CHARADA – A cerca

Um fazendeiro desafia um engenheiro, um físico e um matemático a cercar a maior quantidade de área, utilizando a menor quantidade de cerca.
O engenheiro fez a sua cerca em círculo e disse que era o mais eficiente.
O físico fez uma longa linha e disse que o comprimento era infinito. Então ele disse que cercar metade do planeta Terra era o melhor.
O matemático riu dos demais, fez seu desenho e ganhou o desafio. O que ele fez?

Resposta:

O matemático fez uma pequena cerca em torno de si e disse que estava do lado de fora.
———————————–

CHARADA – Gustavo e Leandro

Dois homens, Gustavo e Leandro, travaram um duelo com armas. Cada um acertou o seu adversário na cabeça, usando armas de verdade com balas de verdade, mas nem Gustavo, nem Leandro morreram. Como isso é possível?

Resposta:

Eles não estavam duelando um contra o outro.
———————————–

CHARADA – O apagão

Certa noite, em Brasília , Ronaldo e Adriana estavam sentados em sua sala de estar. Enquanto Ronaldo estava assistindo TV, sua esposa Adriana estava lendo. De repente, faltou energia e Ronaldo decidiu ir para a cama, mas Adriana continuou a leitura. Sem o uso de luz artificial, Adriana continuou lendo seu livro. Como isso é possível?

DICA: Lembrando que era noite, não era horário de verão, não havia velas acesas ou uso de aparelhos como tablet ou kindle (livro virtual) e também não era dia de lua cheia.

Resposta:

Adriana era cega. Ela estava lendo um livro em Braille.

————————————————–

CHARADA – Os seis copos

Seis copos estão alinhados. Os três primeiros estão cheios de suco de laranja, e os três últimos estão vazios. Movendo apenas um copo, como você pode ordená-los de modo que fique um cheio, um vazio, um cheio, um vazio, um cheio, um vazio?
CHEIO – VAZIO – CHEIO – VAZIO – CHEIO – VAZIO

Resposta:

Despeje o suco do segundo copo no quinto copo.

——————-

CHARADA – O telefone com defeito

Uma mulher dependia de um telefone público para fazer suas ligações, mas ele sempre estava quebrado. Todos os dias ela ligava para a empresa de telefonia, mas nada era feito. Cansada de não ser atendida, ela ligou para companhia telefônica e inventou uma história. O telefone foi consertado no dia seguinte. O que ela disse a eles?

Resposta:

Ela disse que as pessoas estavam conseguindo fazer ligações sem pagar.

——————————————

CHARADA – Festa com celebridades

Havia uma festa privada cheia de celebridades numa famosa boate de Porto Alegre. Para evitar a entrada de penetras(pessoas que não foram convidadas), foi estabelecido um código secreto. A coisa funcionava assim: sempre que uma pessoa chegava, o segurança da boate dizia para ela um número e a pessoa teria que dizer um outro número em resposta( seguindo uma regra que só os convidados sabiam). Se fosse o número correto, sua entrada era autorizada.
Quando a primeira pessoa chegou, o segurança disse: ”um” e a pessoa respondeu:”2”. Sua entrada foi autorizada.
Quando a segunda pessoa chegou, o segurança disse: ”dois” e a pessoa respondeu:”4”. Sua entrada também foi autorizada.
Um rapaz que acompanhava a tudo atentamente, decidiu tentar entrar.
Quando ele chegou, o segurança disse: ”três” e ele respondeu: ”6” . Mas a sua entrada não foi permitida.
Qual seria a resposta correta?

Resposta:

Ele deveria ter respondido “4”. A regra para entrar na boate é simples. Quando um número era dito, a pessoa deveria dizer quantas letras possuía aquele número.
Exemplo:
1 (um) = 2 (duas letras).
2 (dois) = 4 (quatro letras).
3 (três) = 4 (quatro letras).

———————————-

CHARADA – 3, 76, 49, 24, 59, 36

Qual o próximo número na sequência abaixo?
3, 76, 49, 24, 59,

Resposta:

36
Olhe para o título no alto

———————————–

CHARADA – A estranha mulher de Gramado

Helena mora em Gramado, no Rio Grande do Sul, ela tem 67 anos e mora sozinha. Sempre que a campainha de sua casa toca, ela veste um casaco e coloca um chapéu, só então ela abre a porta. Helena não é nada vaidosa e nem está com frio, por que ela tem esse hábito tão estranho?
AVISO: A dica abaixo pode tornar a resposta muito fácil.
DICA: Na casa dela não tem “olho mágico” na porta.

Resposta:

E for uma visita que ela quer receber, ela diz que acabou de chegar, se for uma vista que ela não quer receber, ela diz que está de saída.

————————————-

CHARADA – O atirador

Um atirador pendurou um chapéu e colocou uma venda nos olhos. Ele então caminhou 100 metros, virou-se e disparou um tiro certeiro no chapéu. A venda estava perfeitamente colocada, bloqueando completamente a visão do homem. Como ele conseguiu fazer isso?

Resposta:

Ele pendurou o chapéu no cano de sua arma.

—————————————–

CHARADA – O papagaio de Fátima

Quando Fátima estava comprando seu novo papagaio, o vendedor lhe garantiu que ele iria repetir qualquer palavra que ouvisse. Cerca de uma semana depois, Fátima devolveu o papagaio reclamando que ele não havia dito uma única palavra. Levando-se em conta o fato de que o vendedor tinha falado a verdade sobre as habilidades do papagaio, por que o pássaro não iria falar?

Resposta:

O papagaio era surdo.

————————————–

CHARADA – O cavalo e a ração
Um cavalo está amarrado a uma corda de cinco metros de comprimento, há um pote com ração a seis metros de distância. Sem quebrar a corda, o cavalo consegue chegar até o pode com ração.Como isso é possível?
Dica: A corda está amarrada no pescoço do cavalo e não é uma corda elástica. Também não há ninguém perto para levar ração até o cavalo.

Resposta:

A outra extremidade da corda não está amarrada a nada.

————————————————–

CHARADA – A afirmação de Leonardo

Leonardo está prestes a ser condenado, e o juiz diz a ele: “Você deve fazer uma afirmação. Se ela for verdadeira, eu vou te condenar a quatro anos de prisão. Se ela for falsa, eu vou te condenar a seis anos em prisão.”
Depois que Leonardo fez a sua afirmação, o juiz decidiu libertá-lo e o deixou ir embora.
O que Leonardo disse?

Resposta:

Ele disse: “ Você vai me condenar a seis anos de prisão”. Se ela fosse verdadeira, então o juiz teria de torná-la falsa sentenciado Leonardo a a quatro anos de prisão. Se ela fosse falsa, então ele teria de condenar Leonardo a seis anos de prisão, o que a tornaria verdadeira. Ao invés de contrariar a sua própria palavra, o Juiz decidiu libertar Leonardo.

————————————-

CHARADA – A lâmpada mágica

Tadeu estava andando pela rua quando tropeçou em uma lâmpada mágica. Dela saiu um Gênio, que disse: “Parabéns, meu rapaz, você tem direito a fazer um pedido. Você pode pedir qualquer coisa, contanto que seja um pedido apenas. Vou te dar um dia para você decidir e amanhã volte aqui que vou realizar o seu desejo.”
Tadeu, que era filho único, ficou muito feliz e foi falar com sua mãe sobre o desejo. Sua mãe era cega e ela pediu a Tadeu que o seu desejo fosse que ela voltasse a enxergar.
Depois, Tadeu foi falar com sua esposa. Ela ficou muito empolgada e pediu um filho, já que ela nunca tinha conseguido engravidar.
Em seguida, Tadeu foi falar com o seu pai, que disse que queria ser rico e por isso ele pediu que o desejo do filho fosse um monte de dinheiro.
No dia seguinte, Tadeu fez um desejo através do qual todos os três (mãe, pai, esposa) conseguiram o que queriam. O que ele pediu ao Gênio da lâmpada?

NOTA: Essa charada pode ter várias respostas válidas, você não precisa responder exatamente como está na resposta do site. Pense bem, seja criativo, mas o importante é que você deve fazer apenas um desejo. Não vale coisas do tipo: “Ele pediu para que os desejos da sua família fossem realizados” ou “Ele pediu mais 3 pedidos ou infinitos pedidos”.

Resposta:

Tadeu disse: quero que minha mãe veja seu neto se balançando em balanço de ouro.

—————————————–

CHARADA – O garoto mais burro do mundo?

Um garoto entra em uma barbearia e o barbeiro sussurra para o seu cliente, “Este é o garoto mais burro do mundo. Assista enquanto eu vou provar para você.”
O barbeiro colocou uma moeda de R$ 1,00 em uma mão e duas moedas de 25 centavos na outra, em seguida, chamou o garoto e perguntou: “Qual você prefere, filho?” O garoto pegou as moedas de 25 centavos e saiu.
“O que eu te disse?” disse o barbeiro. “Aquele garoto nunca aprende!”
Mais tarde, quando o cliente saiu, ele viu o mesmo garoto saindo de uma sorveteria. “Ei filho, posso lhe fazer uma pergunta? Por que você sempre escolhe as moedas de 25 centavos ao invés da moeda de 1 real?”
O que o garoto respondeu?

Resposta:

O garoto lambeu o sorvete e respondeu: “Porque no dia em que eu pegar a moeda de um real a brincadeira acaba”.

———————————–

CHARADA – O sábio da Índia –
As histórias de Akbar e Birbal

O imperador Akbar, governou a Índia por várias décadas. Ele era um governante sábio e inteligente, e tinha em sua corte as nove “jóias”, seus nove conselheiros, que eram conhecidos cada um por uma habilidade específica. Uma dessas “jóias” era Birbal, conhecido por sua sagacidade e sabedoria. A história a seguir é um dos exemplos de sua sagacidade.
Um dia, o Imperador Akbar tropeçou em uma pequena pedra nos jardins reais e momentaneamente perdeu o equilíbrio. Ele estava de mau humor naquele dia e este incidente só serviu para deixá-lo mais irritado.
Ele resolveu, então, descontar a sua raiva no jardineiro e ordenou a sua prisão e execução.
Birbal, soube do acontecido e foi visitar o jardineiro na cela onde este estava preso aguardando a execução. Birbal conhecia o jardineiro há muitos anos e sabia de seu imenso respeito e senso de lealdade para com o imperador .
Ele decidiu ajudar o jardineiro a escapar da sentença de morte e explicou seu plano para o jardineiro, que relutantemente concordou em colocá-lo em prática.
No dia seguinte, foi perguntado ao jardineiro qual seria o seu último desejo antes de ser enforcado, como era costume. O jardineiro solicitou uma audiência com o imperador.
Este desejo foi atendido, mas quando o jardineiro se aproximou do trono, ele tentou atacar o imperador.
O imperador ficou chocado e exigiu uma explicação. O jardineiro olhou para Birbal, que se adiantou e explicou porque o jardineiro o tinha atacado.
O imperador imediatamente percebeu o quanto tinha sido injusto e ordenou a libertação do jardineiro.
Como Birbal conseguiu esse feito?

Resposta:

“Sua majestade” disse Birbal “provavelmente não há pessoa mais leal a você que este jardineiro infeliz. Temendo que as pessoas dissessem que você o enforcou por motivo bobo e questionasse o seu senso de justiça ele procurou um modo de dar a você uma razão genuína para enforcá-lo.

—————————————-

CHARADA – O assassinato de Luciano
Luciano estava dentro de seu carro, quando foi morto a tiros . Não havia marcas de pólvora sobre suas roupas, o que indica que o atirador estava fora do carro. Uma perícia foi feita e apenas buracos de bala foram encontrados no corpo de Luciano.
Se todas as janelas do carro estavam fechadas e as portas trancadas, como isso foi possível?

Resposta:

Luciano estava em um carro conversível e ele foi baleado de cima para abaixo.

————————————

CHARADA – Travessia à noite

É noite, um homem deseja ir da cidade A para a cidade B e o único meio de travessia é uma ponte, e o tempo para atravessá-la é de 10 minutos.
No meio da ponte há um guarda que passa 5 minutos dormindo e 5 minutos acordado. Esse guarda, sempre que vê alguém atravessando a ponte, manda a pessoa voltar, pois é proibida a travessia a noite.
Como o homem faz para atravessar a ponte e chegar na cidade B?

Resposta:

Ele espera o guarda dormir e começa a atravessar a ponte. Quando faltarem alguns segundos para o guarda acordar, ele dá meia volta e começa a andar em direção à sua cidade. O guarda vai pensar que ele estava indo para a cidade A e vai mandá-lo de “volta” para a cidade B.

———————————–

CHARADA – O trem

Um trêm elétrico está viajando na direção norte a 130km/h, e o vento está soprando a 130 km/h na direção sul. Em qual direção a fumaça sopra?

Resposta:

Não há fumaça. É um trem elétrico.

——————————————-

CHARADA – Acendendo a luz do quarto

Você está em um corredor, e bem no início desse corredor há três interruptores, todos na posição “DESLIGADO”. No final desse corredor há um quarto com uma lâmpada incandescente. Você sabe que um desses três interruptores acende a luz do quarto, mas não sabe qual deles é o que acende.
Do corretor não é possível saber se a luz do quarto está acesa ou não, por isso você deve entrar no quarto para saber se ela está acesa.
Você pode mexer nos interruptores da maneira que quiser, mas quando você entrar no quarto, não pode mais sair.
Como você consegue descobrir qual dos interruptores acende a luz do quarto?

Resposta:

Liga o primeiro interruptor e espera cinco minutos.
Desliga, liga o segundo interuptor e abre a porta.
Se a lâmpada estivver quente, foi o primeiro interruptor. Se estiver acesa, é o segundo. Se não for neum dos dois, é o terceiro interruptor.

—————————————

CHARADA – Sem carteira de habilitação

Uma mulher, sem carteira de habilitação, vai pela contra-mão de direção em uma rua de mão única, em seguida vira à esquerda sem fazer qualquer sinal. Um guarda de trânsito assiste a tudo, mas não faz nada. Por quê?

Resposta:

Ela estava andado a pé.


CHARADA – O exército

Um país bastante pobre estava no meio de uma guerra. Por estar na extremidade inferior da escala econômica, eles não tinham dinheiro suficiente para armaduras resistentes ou armas. Eles normalmente entravam em batalha armados com nada mais do que roupas normais, capacetes de pano, e uma variedade de modelos antigos de armas de fogo.
Alguns meses depois da guerra, o governante do país decidiu que um investimento em novos capacetes do Exército provavelmente seria uma escolha sábia (considerando o grande número de mortes causadas por capacetes de pano sem a menor proteção). Depois de gastar quase todo o dinheiro do país em novos capacetes de aço, ele ficou chocado ao perceber que o número de feridos nos confrontos começou a aumentar.
Como pode ser possível que capacetes de aço causaram mais ferimentos do que capacetes de pano?
Nota: Os novos capacetes se encaixavam perfeitamente e não tinham nenhuma falha de projeto.

Resposta:

Quando as pessoas no exécito eram atingidas na cabeça (capacete de pano) elas não ficavam feridas, elas morriam. O pano pode proteger um pouco mas não o suficiente para parar a maioria das balas. No entanto, com capacetes de aço, a força do tiro era redizida o suficiente ára não matar, mas apenas ferir. Se uma pancada na Cabeça não foi fatal, então é considerada um ferimento na cabeça. Assim, antes, a maioria dos tiros na cabeça era fatal, agora pssaram ser apenas lesões, ou ferimentos na cabeça, mas não mortes.

————————————-

CHARADA – Adão e Eva

Dois arqueólogos entraram em uma caverna e se depararam com um homem e uma mulher congelados no gelo.
Um arqueólogo disse para o outro: “Eles são Adão e Eva”. Ele estava correto, mas como ele sabia?
DICA: Os corpos estavam sem roupas e bastava olhar para eles para saber que eram mesmo Adão e Eva. Eles não usavam etiquetas com nomes e nenhum dos arqueólogos era Deus. Também não havia mais nada além dos dois corpos congelados.

Resposta:

Eles não tinha umbigo na barriga, assim, eles nunca nasceram, e sim, foram criados

———————————

CHARADA – A sala

Numa caixa de fósforos há apenas um único fósforo. Numa sala há uma lareira, uma lamparina e uma vela. O que você acende primeiro?

Resposta:

O fósforo.

—————————

.... . .