Comer muito queijo aumenta risco de câncer de bexiga

Consumir grandes quantidades de queijo pode aumentar o risco de ter câncer de bexiga, de acordo com uma pesquisa publicada no European Journal of Cancer. Segundo os autores da pesquisa, o risco aumenta em 50% entre aqueles que comem mais de 53 gramas por dia, quantidade semelhante à de uma pequena barra de chocolate. Quem come menos do que isso não corre o mesmo risco, salienta os pesquisadores. Uma porção diária de azeite, por outro lado, pode reduzir para mais da metade o risco de contrair a doença, de acordo com a pesquisa.

Outros fatores de risco incluem a exposição a substâncias químicas nocivas no trabalho e surtos de infecções na bexiga. Os pesquisadores estudaram os hábitos alimentares de 200 mulheres diagnosticadas com câncer de bexiga e as compararam com 386 voluntárias que não tinham desenvolvido tumores. Os resultados mostraram que o fato de comer queijo teve pouco efeito a menos que o montante ultrapassasse as 53 gramas diárias. Acima disso, o risco subiu para mais da metade. Embora o leite também tenha constado como um potencial fator de risco para o câncer, os pesquisadores disseram que os resultados não foram estatisticamente significativos.

Outros alimentos, como peixe, frango, ovos e margarina foram analisados, mas surtiram pouco efeito. Segundo os pesquisadores, dietas ricas em gordura podem explicar porque populações ocidentais têm as maiores taxas de câncer de bexiga no mundo. A dieta mediterrânea, rica em azeite e vegetais, pode reduzir as chances de desenvolver a doença, mas as altas taxas de tabagismo em países dessa região deixam os índices semelhantes aos do norte da Europa. No entanto, os próprios pesquisadores ressaltam que o número de pessoas no estudo pode ser pequeno para concluir que o queijo é uma grande ameaça à saúde e pediu novas investigações para verificar as suas conclusões.

Fonte: http://noticias.r7.com/

.... . .