Comitiva de Botucatu vem conhecer sistema antienchente criado em Lençóis Paulista

O diretor do SAAE, André Paccola Sasso, acompanhou a visita da comitiva de Botucatu

O diretor do SAAE Lençóis Paulista, André Paccola Sasso, o coordenador técnico da autarquia e presidente do Conselho Técnico do CGBH-RL, Sidnei Aguiar, o coordenador de administração Fernando de Bortoli, o coordenador da defesa civil local, Gérson Gomes dos Santos, o comandante da Base dos Bombeiros de Lençóis Paulista, 1º Tenente PM Carlos Alexandre Prandini, e Adirso Miranda, representante do conselho técnico do Comitê da Bacia do Rio Lençóis recepcionaram na sexta-feira, 5, uma comitiva formada por autoridades e profissionais de Botucatu, que veio conhecer os detalhes do sistema antienchentes empregados na bacia do Rio Lençóis desde 2017.

A comitiva botucatuense contou com a presença do Capitão PM Edson Winckler Filho e Subtenente PM, Claudemir Celestino de Jesus, representando o 5º Subgrupamento de Bombeiros; professores Alexandra Dal Pai e Enzo Dal Pai, da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp/Botucatu; Lucas Trombaco, coordenador da defesa civil; Rafael Vizotto, diretor de convênios da prefeitura; e o inspetor administrativo da GCM, Éverton Dias.

Esses profissionais viram como foi implantado o sistema de segurança ambiental local, que aumentou a segurança da bacia do Rio Lençóis e a tornou mais segura contra enchentes e inundações, sistema que contou com apoio da iniciativa privada e poder público.

Vale registro que esse sistema foi implantado no início do primeiro mandato do atual prefeito, Anderson Prado, em 2017, depois que em 2016 a cidade sofreu com a pior enchente ocorrida nos últimos 100 anos, e que castigou outros municípios localizados na bacia do Rio Lençóis. O capitão Edson Winckler Filho, do subgrupamento de bombeiros de Botucatu, ao final da visita agradeceu aos lençoenses pela receptividade e pelo detalhamento técnico dos métodos aqui aplicados no combate enchentes.

 

PM Lençóis Paulista

.... . .