Como criar um aplicativo: Primeiros Passos Rumo ao Sucesso

Antes de mais nada, é necessário entender o porque é importante investir em tecnologia de qualidade para a sua empresa. A tecnologia é a peça chave para o desenvolvimento e crescimento do seu negócio, seja ele grande ou pequeno, se posicionar digitalmente é fundamental para elevar seu faturamento de maneira significativa. Eu sei o que você deve estar pensando: “Eu já possuo um site, não é o suficiente para decolar a minha empresa?”, sinto informar que criar um site passou a ser um pilar fundamental para o posicionamento da sua marca, mas para mantê-la competitiva no seu mercado de atuação, você precisa oferecer inovação e diferenciais para o seu cliente-alvo, e a criação de um aplicativo pode ser o que falta para seu faturamento triplicar! 

Um aplicativo ajuda a sua marca a ter autoridade, sem contar que é a maneira perfeita de afunilar as relações com seu cliente, proporcionando a ele uma experiência de usuário de qualidade, aumentando suas chances de conversão de vendas. 

Para quem não sabe, aplicativos são softwares utilizados em dispositivos móveis como tablets, smartphones e até mesmo em smartTVs. E eles tem, cada dia mais, feito parte da rotina de milhares de pessoas ao redor do mundo, basta olhar a sua volta que você perceberá que as pessoas utilizam dessa tecnologia todos os dias e além disso, perdem horas em mais de um aplicativo por dia. Isso mostra que este mercado é muito agitado e que vale a pena fazer parte dele, mas para isso, será necessário criar um aplicativo

Se você não faz ideia de como dar esse grande passo na sua jornada empreendedora, acompanhe essa matéria e confira nosso guia definitivo! Aqui vamos apresentar quais as principais etapas necessárias para o desenvolvimento de um app.

Vamos falar de negócios?

Pode até parecer clichê, mas sem um bom planejamento vai ser muito difícil tirar o seu projeto do papel. Mas não desanime! Acontece que um bom aplicativo é antecedido por um bom plano de negócios

Defina seus objetivos

Todo produto criado, seja ele físico ou virtual, busca sanar alguma necessidade do consumidor, pensando nisso: Qual será a finalidade do seu app? A resposta dessa pergunta é fundamental, é através dela que você traçará o planejamento necessário para alcançar o seu objetivo maior: Sanar um problema do seu usuário. Lembre-se sempre que será isso que fará com que ele instale o app no seu dispositivo móvel. 

Não se esqueça de estudar a sua concorrência, é preciso fazer uma análise minuciosa do mercado e do que as soluções propostas por outras marcas oferecem para o seu público-alvo. 

Escolha seu público-alvo: a quem se destinará seu app?

O aplicativo perfeito só tem eficácia se levar em consideração quem o utilizará. Faça pesquisas de campo respondendo à algumas perguntas simples: 

  • Quem serão os usuários? Niche seu público-alvo com informações como: gênero, ocupação profissional, renda, faixa etária, interesses, e outras segmentações que auxiliem você a determinar o usuário ideal para o seu app!
  • Quais os problemas que eles possuem? Problemas surgem ou da ausência, ou da ineficiência de soluções já presentes no mercado. Entenda o núcleo da problemática de seu público.
  • Qual a solução que meu aplicativo irá oferecer? Tenha insights certeiros sobre como a solução que seu app apresenta para o mercado irá sanar as problemáticas apresentadas pelo seu público-alvo. 
  • Por onde eles acessarão as informações que precisam? É claro que quando falamos de app, estamos falando diretamente de dispositivos mobile, mas essa pergunta é mais voltada para a divulgação do seu aplicativo. Sei que pode parecer cedo, mas desde sua criação, você já deve pensar quais serão os canais de divulgação do seu app, que obviamente, devem conversar diretamente com os meios de comunicação mais utilizados pelo seu usuário. 

Escolha a melhor plataforma para distribuir o seu aplicativo

Android ou iOS? Esta é uma dúvida que assola muitos empreendedores na hora de criarem os aplicativos para sua marca, o que você precisa entender agora é que não existe uma regra, tudo vai depender do seu público-alvo. Pesquise quais sistemas operacionais seus usuários mais utilizam para avaliar para qual das plataformas você desenvolverá seu aplicativo. Mas é claro que, tê-lo disponível em todas as plataformas pode também ser uma boa opção, tornar seu app mais democrático pode aumentar o alcance dele, mas é claro, sempre pensando no seu usuário.

Dica importante: Você ainda pode criar um aplicativo compatível com outros dispositivos mobile como SmartWatches, a própria Apple é atraída por app que tem como base uma filosofia de universalização, e acaba por destacar na App Stores, aplicativos que contém uma usabilidade mais adaptada à vários tipos de dispositivos.

Defina os recursos fundamentais para o desenvolvimento

Pense no seu aplicativo como um organismo vivo que precisa de algumas partes fundamentais para manter a sua saúde em dia. Por conta disso, defina os recursos principais e os recursos-chave do seu desenvolvimento: 

Recursos principais: Refletir se existirá a necessidade de uma equipe especializada na administração do app, treinamentos, volume de usuários, etc. Faça esse tipo de pergunta a si mesmo logo no início do projeto e isso te poupará algumas dores de cabeça ao longo da jornada. 

Recursos chave: Liste quais serão os serviços que precisarão ser contratados para o desenvolvimento do seu aplicativo. É fundamental desenvolver seu app com uma equipe alinhada com suas expectativas e que compreenda que mais do que um aplicativo, seu projeto é um sonho que pode mudar vidas.

Para onde vai o seu dinheiro? 

Já é do conhecimento de todos que o desenvolvimento de um aplicativo envolve um investimento, no entanto, você precisa compreender exatamente qual será a origem dos seus gastos. Por exemplo: a equipe de desenvolvedores que criará seu app e APIs de funcionalidades integradas no aplicativo, são gastos que precisam sim ir para a ponta do lápis. E além disso, a escolha da plataforma de distribuição do seu aplicativo pode alterar o seu orçamento, fique atento às variações de valor que o sistema Android e iOS apresentam.

Defina muito bem como se dará a execução do seu aplicativo, pontue a equipe contratada o que você acredita que seja fundamental e complementar no que diz respeito às  funções que seu app executará para o usuário. Pense comigo: sabemos que seu projeto irá solucionar algum problema do usuário, agora precisamos compreender como ele fará isso.

Escolha qual será o tipo do desenvolvimento?

Mesmo que você não domine a técnica do desenvolvimento de App, é importante ter uma conversa honesta com a equipe contratada. Tente compreender os tipos de aplicativos e as particularidades que cada um apresenta, bem como a forma de desenvolvimento de cada um, separamos aqui as categorias para facilitar a sua jornada: WebApp, Híbridos e Nativos. 

WebApp: Site Web Responsivo para dispositivos mobile;

Híbridos: Aplicativos desenvolvidos tanto pra Android quanto para iOS, utilizando um código-fonte único com algum framework;

Nativos: Este tipo de aplicativo é desenvolvido para uma plataforma específica, ele adota a linguagem de programação que for pré-determinada pelo fabricante.

A importância dos esboços

Você não precisa ser um design de interfaces para ponderar como serão os esboços do seu aplicativo, é claro que profissionais capacitados desenvolverão esta etapa para você, mas é importante coletar as informações anteriores citadas nesta matéria e criar um quadro de planejamento de negócios. 

Assim, de maneira mais descontraída, você organizará suas ideias ao longo das etapas e estruturá-las como esboços, você pode se aventurar a propor as telas, traçando o percurso que o usuário fará dentro do seu aplicativo.

Isso nada mais é do que elaborar um storytelling para o seu app, mas lembre-se, estamos falando apenas de esboços, isso pode ajudar os designers UX e UI a compreender suas ideias.

Vamos colocar em prática?

Chegou a hora mais esperada da criação do aplicativo: o desenvolvimento. Aqui você e sua equipe de desenvolvedores contratadas definirão as ferramentas para a criação do app. Para desenvolver seu app vocês irão precisar de: 

  • Banco de Dados;
  • Linguagem de Programação;
  • IDE – ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado;
  • Frameworks;
  • Servidores;
  • SDK – ou Kit de Desenvolvimento de Softwares

Esta é a hora de ter muita paciente e acompanhar as etapas do processo minuciosamente. Na hora de escolher a equipe de desenvolvedores, opte por equipes que permitam que você acompanhe as etapas de criação do seu app de pertinho, não apenas que receba o produto final, assim, fica cada vez mais fácil de alinhar suas expectativas com o resultado do seu tão sonhado aplicativo. 

Que tal tirar seu projeto do papel, acompanhar cada etapa do desenvolvimento, alinhando suas expectativas com o que há de melhor em design e tecnologia no mercado? Gostou da ideia?

 

Maria Gabriela Ortiz
[email protected]

.... . .