Dicas de como se divertir na festa da firma e não “dar ruim” no dia seguinte

  • Especialistas de gestão e negócios e moda do Senac
    Bauru orientam como se comportar sem exceder

Com o final de ano chegando, a maioria das empresas começa a se organizar para realizar as tradicionais festas de confraternização. Com comida e bebida à vontade, a ocasião pode ser uma verdadeira armadilha para o profissional e por isso, saber como se comportar sem exceder é a melhor maneira de se divertir sem fazer feio. Para Ana Carolina Pacheco, docente da área de gestão e negócios do Senac Bauru é importante não confundir a festa da empresa com uma comemoração entre amigos. “Por mais que essas festas sejam descontraídas é importante entender que certas atitudes não ficam para trás depois que o dia termina. Por isso, o ambiente, embora festivo, precisa ser encarado como uma extensão do escritório”, explica.

Outro ponto que merece atenção na festa da firma, como é popularmente chamada, são os trajes. Segundo Bruna Gomes, docente da área de moda do Senac Bauru, eles revelam muito sobre a personalidade de cada pessoa e emitem mensagens. “Para acertar no look, o ideal é analisar as características da empresa que você trabalha, se é mais formal ou informal e vestir-se de acordo com essas características”, explica. Outra sugestão é investir em tecidos da estação e peças confortáveis, que ajudam a valorizar o visual e a fugir das gafes. Para evitar qualquer situação constrangedora e fazer bonito na festa da sua empresa, confira abaixo 10 dicas dos especialistas do Senac:

  • Nada de beber como se não houvesse amanhã. Quando a oferta de bebidas é demais, o colaborador pode passar da conta e então, é vexame na certa;
  • Atenção às redes sociais. É importante maneirar na quantidade de postagens principalmente, se suas fotos não estão invadindo a intimidade de outras pessoas que não querem aparecer dançando ou com o copo na mão. Use o bom senso e, na dúvida, consulte as antes;
  • Se for participar do amigo secreto, respeite o valor estipulado para os presentes. Dessa forma, mesmo que você tenha tirado seu superior, evitará constrangimentos. Se fizer o tradicional discurso, use palavras leves e agradáveis e enalteça apenas os aspectos positivos da pessoa;
  • Dançar é bem-vindo e muito gostoso, mas é preciso lembrar que você está entre colegas de trabalho e que se conter no momento de “descer até o chão” pode evitar situações e comentários constrangedores no dia seguinte;
  • Saudar, sorrir e sair. Seja visto, confraternize, divirta-se e converse com todos. No entanto, evite ser lembrado como “arroz de festa”, que vai embora com o garçom;
  • Jamais fale mal da organização da festa, seja da comida, da decoração seja do tema. Nestes momentos, as paredes têm ouvidos e fatalmente o comentário poderá chegar aos ouvidos do seu superior;
  • Analise as características da empresa que você trabalha, se é mais formal ou informal e vista-se de acordo com ela;
  • Analise o ambiente de trabalho, tipo de evento e sua proposta. Eventos diurnos pedem roupas com tecidos mais leves, cores mais claras e vibrantes e calçados mais confortáveis. Já os eventos noturnos permitem um toque de glamour, acessórios maiores e brilho;
  • Invista no comprimento midi, eles são tendências da estação e caem muito bem para eventos corporativos, além de ser extremamente elegante e moderno;
  • Abuse de tecidos com fibras naturais, como o linho, eles vêm em modelagens mais soltas, combinam com ambientes corporativos e são tendência nesta estação.

Fonte: Ricardo Missão e Fernanda Chiossi

Leia Mais

Leia outras notícias

ESPORTES POLÍCIA CULTURA
POLÍTICA NACIONAL INTERNACIONAL

 



.... . .