Em coletiva, prefeito destaca coragem de divulgar os números reais

  • O prefeito ressaltou a importância de determinados cuidados da população, como evitar aglomeração e o uso obrigatório de máscara.
Prado, Nardeli da Silva e Pedro Stefanini durante coletiva de imprensa

Em coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira, 15 de maio, o prefeito Anderson Prado, ao divulgar que o município conta hoje com 76 casos positivos, tendo registrado um óbito, comentou a necessidade de transparência e coragem em divulgar os números reais. “É importante que as pessoas saibam que os testes estão sendo feitos, mas ninguém é obrigado a se submeter a ele”, comentou Prado. “Aqui em Lençóis, temos coragem de testar as pessoas, para que tenhamos uma visão mais aprofundada da real situação”, completou. A coletiva contou ainda com o presidente do Legislativo local, Nardeli da Silva, e com o diretor-geral da Bracell, Pedro Stefanini.

O prefeito ressaltou a importância de determinados cuidados da população, como evitar aglomeração e o uso obrigatório de máscara. “Quando o prefeito fala que o uso de máscara é obrigatório, que a aglomeração é proibida, todo mundo sabe do que estamos falando”, referindo-se a aglomerações que ocorrem à noite, sobretudo em fins de semana, ao que chamou de encontros “à sombra da lua”.

Nardeli destacou que Lençóis Paulista saiu na frente, na região, nos cuidados para combater o Covid-19, e que muitos municípios posteriormente adotaram as mesmas medidas. “Nós saímos na frente em março, para evitarmos o colapso, mas a partir de agora vamos precisar ainda mais da colaboração de todos. Agora é o que temos, barreira sanitária”.

Ao abrir seu comentário, o diretor-geral da Bracell disse que gostaria de registrar seu apoio às ações que a Prefeitura vem tomando na cidade, porque entende que, “por mais amargas que sejam”, servem para ajudar a todos. Pedro Stefanini disse que a construção da nova indústria não foi paralisada porque o segmento foi considerado essencial, uma vez que o mundo vive um crescimento de consumo em torno de 15% do papel sanitário, que a Bracell produz.

Quanto aos cuidados tomados pela empresa com seus colaboradores, Stefanini comentou que há 58 dias a empresa vem medindo a temperatura de cada um deles no mínimo duas vezes por dia, além que fornecer o álcool gel assim que chegam ao trabalho. Dentre os cuidados, está a redução de passageiros por ônibus, o que obrigou a empresa a dobrar o número de coletivos para o transporte dos colaboradores.

Ao informar que nos exames realizados foram constatados 76 casos positivos e 309 foram negativados, o representante da Bracell afirmou que a empresa não é responsável por todos os problemas da cidade. Na construção da nova fábrica, os exames são feitos naqueles que apresentam algum sintoma suspeito. Quanto aos cuidados pós exames, Stefanini comentou que a empresa mantém na cidade residências específicas para que os que testam positivo possam ficar em quarentena, separados inclusive de familiares. “O custo desse tipo de cuidado, até o final de julho, será de R$ 11 milhões. É um custo muito alto, tudo para manter o projeto vivo”. Perguntado pela imprensa sobre quanto a Bracell já teria investido na cidade e região por conta do Covid-19, Pedro disse que em torno de R$ 10 milhões.

Leia outras notícias      

.... . .