Festa junina com sabor caseiro e mais saudável

  • Risco de transmissão do coronavírus levou para dentro de casa uma das maiores festas populares do País; saiba como preparar pratos deliciosos e saudáveis

A festa junina será diferente em 2020. O arraiá deixa as ruas e as escolas e vai para dentro das casas. Este ano, será uma festa mais restrita, mas nem por isso menos alegre. Com uma boa dose de quentão e de criatividade é possível esquentar as noites de junho com alegria, amor, carinho, muita música e, é claro, muita comida gostosa.

As opções de pratos são tão variadas quanto as danças das quadrilhas. A lista inclui paçoca, pipoca doce e salgada, cocada, bolo de fubá, pé de moleque, canjica, arroz doce, pamonha, doce de abóbora, milho cozido, pinhão, vinho quente e muitas outras receitas deliciosas.

E o que essas comidas típicas têm de gostosas têm também de calóricas. Como a época é de isolamento social e pouca atividade física, o risco de ganhar uns quilinhos a mais com toda essa variedade é grande. Mas isso não é desculpa para deixar a festa menos alegre e saborosa. “É possível adaptar ingredientes para deixar receitas juninas saudáveis e menos calóricas, mantendo o sabor e a graça da festança tradicional”, afirma a nutricionista Aline Miguel Gonçalves de Oliveira, do Grupo São Francisco.

Segundo ela, ingredientes como milho, pinhão, amendoim e batata-doce são alguns dos que estão na lista dos “bonzinhos” nas receitas de festa junina. O milho verde contém uma grande quantidade de fibras, vitaminas e minerais.

O pinhão é rico em fibras e minerais como cobre, zinco, manganês, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. Também é fonte de gorduras boas (ômega 6 e 9). Contém ácido pinoleico que atua como inibidor de apetite. Prefira a versão cozida em água. O amendoim, por sua vez, é uma gordura boa. É um alimento bem calórico, mas nutritivo. A dica é consumir com moderação.

Quem treina já sabe de todos os benefícios da batata-doce. Rica em carboidratos, contém magnésio, fósforo, potássio e vitaminas. Em qualquer modo de preparo, seja no forno, na churrasqueira, na grelha ou na panela, fica deliciosa e saudável. “Só não pode fritar”, recomenda Aline. Para preservar os nutrientes, a dica, segundo ela, quando for cozinhar, é manter a batata com casca e cortar em pedaços grandes. “Não use muita água nem deixe no fogo por muito tempo”, sugere.

A pipoca, outro alimento bastante consumido nesta época, se feita sem manteiga e com pouco sal, é um desses cereais perfeitos para beliscar na hora da fome. É rico em fibras e vitaminas, além de carotenoides (antioxidantes). A mandioca vira ingrediente de salgados e bolos diversos nas receitas juninas. Rica em fibras e amido, ela também possui vitaminas do complexo B e potássio. Prepare a mandioca cozida na panela de pressão e com um pouco de manteiga e sal.

Nas demais receitas, o segredo, de acordo com a nutricionista, é evitar o uso do açúcar ou, quando não for possível, optar pelas versões mais saudáveis como mascavo, orgânico ou demerara. E nas receitas salgadas, a dica é moderar no uso do sal.

Abaixo, algumas sugestões de receitas com substituições
de itens calóricos por outros mais saudáveis.

RECEITAS

Doce de abóbora sem açúcar

Ingredientes: 50g de abóbora seca ou japonesa ralada, 100 ml de suco de maçã e 1 pitada de canela em pó.
Modo de preparo: em uma panela, coloque a abóbora e leve para cozinhar com suco de maçã e a canela até amolecer. Espere esfriar e sirva.

Curau sem açúcar

Ingredientes: 6 espigas de milho grandes (700g aproximadamente), 1 litro de suco integral de maçã ou de uva, 1 colher (sopa) de óleo de coco, 1 pitada de sal e canela em pó para decorar.

Modo de preparo: retire a casca e os “cabelos” das espigas de milho. Lave e debulhe os grãos. Em um liquidificador, bata os grãos com a metade do suco por dois minutos. Coe em uma peneira fina. Leve o preparado para uma panela e acrescente o restante do suco, junte o óleo e cozinhe em fogo alto sem parar de mexer. Assim que engrossar, junte o sal, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 15 minutos mexendo constantemente. Quando estiver soltando o fundo está pronto. Deixe esfriar em um refratário. Finalize com a canela em pó e sirva frio. A receita rende 6 porções e o tempo de preparo é de 30 minutos.

Bolo de fubá integral

Ingredientes: 3 ovos, 1 xícara de farinha de trigo integral, 1 xícara de fubá, 1 xícara de açúcar demerara, 1/2 xícara de leite, 3 colheres (sopa) de manteiga e 1 colher (sopa) de fermento.

Modo de preparo: separe as gemas e as claras e bata as claras em neve. Adicione o açúcar e bata bem. Coloque as gemas e bata. Adicione a farinha e o trigo e bata novamente. Coloque o fubá e bata mais uma vez. Adicione o leite e continue batendo. Coloque a manteiga e bata. E, por último, acrescente o fermento. Bata bem até a massa ficar homogênea. Despeje em uma forma e leve ao forno para assar. O ponto de tirar do forno é quando se espeta um palito no bolo e ele saia limpo, ou quando o bolo estiver dourado. Desenforme e sirva como de preferência.

Arroz doce

Ingredientes: 1 copo de arroz branco, 2 copos de água, 250ml de leite A, 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo, 1/2 colher (café) de extrato de amburana (ou baunilha) e 1 pitada de canela.

Modo de preparo: misture o arroz e a água em uma panela e deixe em fogo baixo, destampado. Misture bem. Após a água secar, adicione o leite já misturado com o açúcar. Misture sem parar em fogo baixo. Adicione o extrato de amburana e mexa já com o fogo desligado. Polvilhe a canela e sirva. O ponto do arroz doce é molhado e cremoso, não se pode deixar o arroz secar completamente.

Pé de moleque

Ingredientes: 2 xícaras de amendoim torrado, 4 colheres (sopa) de cacau, 1 colher (sopa) de creme vegetal sem sal, 395g de leite condensado light, 50ml de leite desnatado, 50g de açúcar cristal orgânico e 3 colheres (sopa) de suco de limão natural.

Modo de preparo: retire as cascas do amendoim torrado e reserve. Coloque o amendoim, o leite, o leite condensado, o cacau, o limão e o creme vegetal em uma panela. Mantenha em fogo baixo mexendo sempre, sem parar, até que o doce se solte do fundo da panela. Desligue o fogo e despeje-o sobre numa superfície untada, lisa e plana. Deixe-o esfriar, depois de frio corte o doce em retângulos. Sirva o pé de moleque em seguida.

Paçoca light

Ingredientes: 4 colheres (sopa) de leite em pó desnatado, 6 colheres (sopa) de amendoim sem casca torrado, 1 xícara (chá) de proteína de soja texturizada torrada, 4 colheres (sopa) de adoçante culinário e 1 pitada de sal

Modo de preparo: bata todos os ingredientes no processador (ou no liquidificador) até formar uma farofa. Guarde em um pote com tampa.

Quentão termogênico

Ingredientes: 300ml água, 1 colher (sopa) de adoçante tipo xylitol ou 10 gotas de adoçante 100% stevia, 1 colher (sopa) de gengibre em pedacinhos, 1/2 unidade de maçã Fuji cortada em pedacinhos, casca de 1 laranja, casca de 1 /2 limão, cravo e canela em pau gosto.

Modo de preparo: em uma panela, coloque a água, o adoçante, as cascas de laranja e limão, o gengibre, o cravo e a canela e deixe cozinhar, em fogo médio, por 20 a 25 minutos. Depois, filtre a bebida e coloque a maçã picadinha por cima.

Sobre o Sistema Hapvida

Com mais de 6 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como o maior sistema de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, América, Promed e Ame, RN Saúde, além da operadora Hapvida. Atua com mais de 30 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 39 hospitais, 185 clínicas médicas, 42 prontos atendimentos, 179 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

Leia outras notícias     

.... . .

Deixe uma resposta