Lençóis Paulista tem dois casos suspeitos de influenza

Com a campanha de vacinação em pleno andamento, a Secretaria de Saúde de Lençóis Paulista registra dois casos suspeitos de influenza (gripe). Os pacientes, uma gestante e um homem de 47 anos com comorbidade (doença crônica) estão internados no Hospital Nossa Senhora da Piedade sendo medicados com o Tamiflu, remédio indicado para o tratamento da influenza.

O secretário de Saúde Ricardo Conti Barbeiro disse que a vacinação em nível nacional segue até o dia 31 de maio. Até o dia 30 deste mês, entretanto, a população lençoense pode procurar as Unidades de Saúde das 14h às 19h para receber a vacina. O Dia D está marcado para 4 de maio (sábado), quando todas as unidades da sede do município estarão abertas para vacinação das 8h às 17h. No Distrito de Alfredo Guedes, no dia 4 de maio, a UBS estará à disposição para vacinação das 8h às 13h. Ricardo Conti reforçou que todos os critérios adotados para vacinação de prevenção contra a influenza são determinados pelo Ministério da Saúde.

Os números divulgados pelo Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE) da Secretaria de Saúde de Lençóis Paulista indicam que de uma população de 13.410 pessoas que compõem os grupos prioritários da vacinação, até o momento pouco mais de 36% compareceram para receber a vacina, ou seja, 4.932 pessoas. Desse total, 2.214 foram crianças de até 5 anos, 690 pessoas com comorbidades, 317 gestantes, 303 trabalhadores da saúde, 62 puérperas, 1.817 idosos, 219 professores e 7 policiais.

A vacinação contra a influenza (gripe) termina oficialmente no dia 31 de maio em nível nacional.

Influenza (gripe): é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocada pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão. Inicia-se com febre, dor muscular, e tosse seca. Normalmente tem evolução por tempo limitado, durando de um a quatro dias, mas pode se apresentar de forma grave. O Sistema Único de Saúde (SUS) concede de forma gratuita a vacina que protege contra os tipos A e B do vírus.

.... . .