Mãe e filha mortas a tiros são enterradas em Sabino

  • E-marido da jovem é suspeito do Duplo feminicídio registrado neste sábado (7), véspera do Dia Internacional da Mulher. Suspeito do crime está foragido.

Foram enterrados na tarde deste sábado (7) no Cemitério Municipal de Sabino os corpos da mãe e filha que foram mortas a tiros nesta madrugada. O ex-marido da jovem é suspeito do crime e está foragido. Débora Cristina Pavanelli Mazo, de 27 anos, e a mãe dela Lucia Pavanelli, de 44, foram mortas com um tiro na cabeça. As duas foram veladas e enterradas juntas a pedido da família. O sepultamento aconteceu às 17h30.  Segundo informações da polícia, o ex-marido de Débora, Washington Luís Mello, de 34 anos, parou o caminhão da empresa onde trabalha na frente da casa dela, arrombou a porta e invadiu o imóvel. O padrasto de Débora estava dormindo junto com a esposa, Lucia Aparecida Pavanelli Piona, e o filho mais novo quando do quarto ouviu o grito da enteada. Lucia pediu para o marido acionar a polícia e tentou socorrer a filha, mas acabou baleada na cabeça. A jovem tentou fugir do ex-marido, mas também foi atingida na cabeça. Lucia morreu no local. Já a filha dela foi socorrida para a Santa Casa de Lins, mas morreu ainda na madrugada. O suspeito fugiu a pé após o crime e ainda não foi localizado. No caminhão foi encontrado um celular que foi apreendido pela polícia. O boletim de ocorrência foi registrado como feminicídio. Segundo amigos do casal, Débora e Washington tiveram um relacionamento por mais de 10 anos e tinham um filho de 1 ano. Eles estavam separados a pouco tempo e as motivações do crime ainda são investigadas. – Fonte:  G1 Bauru e Marília.

Leia outras notícias      

.... . .