Motorista bêbado que causou morte de pai e filho é colocado em liberdade

Homem de 52 anos passou por audiência de custódia e foi liberado
por ser primário e não ter antecedentes neste tipo de crime.
Vítimas de 37 e 12 anos foram enterradas em Jaú

O motorista de 52 anos que estava bêbado quando provocou o acidente que matou pai e filho em um veículo tipo “gaiola”, na noite de sábado (11), foi solto após passar por audiência de custódia. Segundo a Polícia Rodoviária, pai e filho estavam no veículo “gaiola” transitando pela rodovia Deputado Amauri Barroso de Souza, que liga Jaú a Dois Córregos (SP), quando foram atingidos em uma colisão frontal pelo carro que seguia no sentido contrário e era dirigido por Valter Aparecido Saurin.
Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, Saurin teria feito uma ultrapassagem em local proibido. Além disso, o teste do bafômetro confirmou que ele estava bêbado, segundo a polícia. O motorista do carro foi socorrido e levado à Santa Casa de Jaú com ferimentos.
Depois do atendimento, ele foi preso pela Polícia Civil sem direito à fiança. Mas foi solto na noite de domingo (12) em audiência de custódia. João Ricardo Grigio, de 37 anos, e seu filho João Pedro, de 12, que estavam no carro “gaiola” não resistiram e morreram no local. Segundo a determinação da Justiça na audiência de custódia, o causador do acidente foi liberado para responder em liberdade por ser réu primário e por não ter antecedentes neste tipo de crime.
A sentença determinou ainda que Saurin tenha a sua habilitação para dirigir suspensa por um ano, que compareça mensalmente em juízo e que fica proibido de frequentar bares e similares. João Ricardo e filho João Pedro foram enterrados na manhã desta segunda-feira (13) no Cemitério Municipal de Jaú.

Veja mais notícias da região no Portal  G1

Leia outras notícias

ESPORTES POLÍCIA CULTURA
POLÍTICA NACIONAL INTERNACIONAL

 



 

.... . .