Origem do nome de Lençóis

Há diversas versões sobre a origem do nome que recebeu nossa terra. No dicionário da Terra e da Gente do Brasil, de Bernardino de Souza, vem registrado o termo Lençóis. Explica o autor que “assim se chama na costa maranhense uma série de dunas que se prolongam desde o golfo do Maranhão até a Foz do Paraíba”. O nome Lençóis, lembra, diz o referido autor, citando Raymundo Lopes, indefinida extensão desolada e desnuda, que se estende a leste do Golfo do Maranhão, como primeiro trecho da árida costa nordeste, ondeando em carnaúbas e morros de areia, até a extremidade continental de São Roque”. Esta hipótese deve ser posta de lado, porque o aspecto natural do Município de Lençóis Paulista, apresenta um panorama muito diferente daquele que acima se menciona. Talvez haja influenciado para originar o nome de Lençóis da Bahia, cidade um tanto mais velha que a sua homônima paulista. Há quem afirme que o nome de Lençóis originou-se pela grande quantidade de capim “favorito” que, no século XIX, tomava as extensões baixas. Outros, entretanto, dizem que os exploradores primitivos deram, na ocasião, com intensa florada de gabirobas, cobrindo largas áreas campestres, tomando aspectos de colossais lençóis. Mas a mais certa e credenciada no conceito dos nossos amigos, é que um dos tributários do Tietê, o rio Lençóis, na sua desembocadura, formava ondas que, ao reflexo do sol, representavam tantos pequenos lençóis. Os excursionistas que faziam o trajeto Itu-Goiás, chegando à desembocadura do rio Lençóis, diziam: “Chegamos ao rio dos lençóis”. Francisco Alves Pereira, integrante de uma daquelas caravanas, entrou em desentendimento com o chefe da excursão e chegando à foz do rio Lençóis, com alguns companheiros, desistiu da viagem, aventurando-se a explorar o afluente do Tietê.
Subindo o rio, veio parar nesta região, batizando-a com o nome: “Bairro dos Lençóis”.

Ubirama

No dia 30 de novembro de 1943, a lei nº 14.334, decretada pelo então presidente da república, Getúlio Vargas, mudou o nome de Lençóes para Ubirama. De acordo com a nova lei, não podia haver duas cidades no país com o mesmo nome e como na Bahia já havia uma Lençóes, foi a nossa Lençóis então sacrificada. Nossa cidade ficou com o nome Ubirama por um período de 5 anos: 30 de novembro de 1943 a 24 de dezembro de 1948, quando a lei nº 233 afixou-lhe o nome de Lençóis Paulista. De acordo com alguns estudiosos, Ubirama significa em Tupi-Guarani: estimável ventura, preferível rama, ventura, estimável região, país, pátria, etc.

CONFIRA OUTROS DADOS HISTÓRICOS DE LENÇÓIS PAULISTA

.... . .