Pelo terceiro ano consecutivo, Lwart Lubrificantes é destaque do Guia EXAME Sustentabilidade

  • Empresa de Lençóis Paulista (SP) continua entre as mais sustentáveis do País no setor Químico com destaque em gestão da biodiversidade e relação com clientes

A Lwart Lubrificantes está entre as empresas mais sustentáveis do País pelo terceiro ano consecutivo. A edição 2019 do Guia EXAME Sustentabilidade, publicado no mês de novembro, colocou a empresa de Lençóis Paulista (SP) – líder na América Latina na coleta e rerrefino de óleo lubrificante usado (OLUC) – entre os destaques no setor Químico, dando ênfase à atividade de logística reversa realizada em mais de 4 mil municípios em todo o país e à sensibilização do público sobre a importância desta atividade.
Assim, a Lwart Lubrificantes permanece em um grupo seleto de 77 empresas selecionadas – entre 210 participantes – em diversos setores da economia, como Agronegócio, Autoindústria, Bens de Capital, Bens de Consumo, Energia e Químico, entre outros. Em sua 20ª edição, oito de cada dez empresas destacadas são guiadas pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU, e como eles impactam em seus negócios. A Lwart Lubrificantes é uma delas.
O levantamento mostra como as organizações estão avançando na aplicação das metas para o desenvolvimento sustentável aliando economia com preservação, além de iniciativas para combater as mudanças climáticas e o fortalecimento de uma nova economia de baixo carbono e uso de fontes renováveis.
Um dos mais importantes levantamentos de práticas de responsabilidade corporativa do Brasil, o GUIA EXAME Sustentabilidade tem a metodologia estabelecida pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (GVces). A Lwart Lubrificantes obteve destaque em indicadores relacionados à gestão da biodiversidade e relação com os clientes, que ressalta o compromisso e o esforço da empresa em ampliar a conscientização sobre os benefícios econômicos e ambientais decorrentes da adequada destinação do óleo lubrificante usado para o rerrefino, que é o processo de transformação do “lixo” em um produto que pode ser utilizado novamente inúmeras vezes na mesma cadeia produtiva.
O Diretor de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Lwart, Manoel Browne, ressalta a evolução da empresa na jornada de participação do Guia EXAME. “Desde o primeiro momento, entendemos a importância de participar de uma publicação que é uma referência de boas práticas e nos dá um estimulo a melhorar o desempenho a cada edição. Mais do que isso, o resultado reflete o compromisso da nossa empresa com o meio ambiente, as pessoas e a promoção do crescimento econômico responsável”, analisa.

Quando o óleo lubrificante usado vira óleo novo

A Lwart Lubrificantes opera com 350 caminhões e 400 motoristas próprios, que coletam o óleo por todo o Brasil. É a logística reversa dos resíduos. Esse material é levado aos 16 Centros de Coleta da empresa e, após armazenamento temporário, é transportado até a indústria de rerrefino (reciclagem) em Lençóis Paulista (SP). A empresa emite, ainda, a seus fornecedores, um Certificado de Coleta, um documento ambiental com a chancela da ANP – Agência Nacional do Petróleo, que serve de garantia de que o óleo terá um transporte com segurança e passará pelo processo de rerrefino antes de novo consumo.
Por ano, são processados na Lwart mais de 150 milhões de litros de óleo lubrificante recolhidos de carros, caminhões e máquinas, que são transformados em óleo novo de novo com qualidade tal qual a do primeiro refino do petróleo. E olhando para o setor como um todo, conjuntamente, tem sido realizado a logística reversa de mais de 450 milhões de litros de óleo usado por ano. O setor alcança a marca de 70% de assertividade de todo volume disponível. É um sistema bem estruturado e que contribui para o saneamento ambiental e a economia com o abastecimento de derivados de petróleo.
Buscando agregar mais valor ao processo de rerrefino – inclusive financeiro – a Lwart Lubrificantes atua de diversas formas para reduzir o impacto ambiental de sua atividade em prol do planeta: por meio de boas práticas junto aos fornecedores, empregando tecnologia nas sobras do processo para agregar mais valor aos subprodutos e eliminando totalmente a destinação para aterros industriais. Como exemplo, de cada 100 litros de óleo lubrificante usado, 72 viram óleo mineral básico GII, 8 de frações de óleo leve, comumente utilizada em transformadores de energia e na agricultura, 9 são água, que é tratada com rigor e devolvida à natureza e os outros 11 são subprodutos, que servem de matéria prima para impermeabilização asfáltica em outras indústrias.

Leia mais

Bracell alerta para desvio na Juliano Lorenzetti por conta das obras de duplicação
João Carlos Martins se reúne com regentes e coordenadores culturais de Lençóis e região
Preço do pedágio da Barra-Jaú vai a R$ 4,80 a partir de sábado
Sábado, 23 de novembro, comemora-se o “Dia do Rio Lençóis”
Apresentador Gugu Liberato morre aos 60 anos

Pelo terceiro ano consecutivo, Lwart Lubrificantes é destaque do Guia EXAME Sustentabilidade

 



.... . .