Prefeitura entrega novas instalações do CRAS na região da Vila Éden e Maria Cristina

Equipe do CRAS com o prefeito Prado, secretário Ney Góes e familiares da homenageada durante o ato realizado nesta quinta-feira, 27

Um ato marcou nesta quinta-feira, 27, a entrega das novas instalações da Unidade II do Centro de Referência de Assistência – CRAS Ângela Aparecida Velozo Deveza, a “Ângela da Sopa”, na região da Vila Éden e Maria Cristina. O prefeito Anderson Prado participou do ato que contou com a presença do secretário de Assistência Social, Claudinei Aparecido de Góes, o Ney Góes e dos familiares da servidora Ângela Velozo, o esposo Geraldo Deveza e da filha Gisele.

A unidade do CRAS possui no momento, mais de 2.400 prontuários cadastrados e realiza em média, 480 atendimentos mensais. Além de visitas domiciliares, a unidade do CRAS realiza atendimentos individuais às famílias, encaminhamentos à rede socioassistencial e intersetorial, acolhida de usuários em equipamentos sociais, orientações aos usuários acerca de programas sociais no âmbito federal e municipal, apoio em ações e projetos executados nos equipamentos sociais, orientações às famílias atendidas pelo Programa Bolsa Família, entre outras atividades. A equipe do CRAS é composta por um coordenador, assistentes sociais, psicólogo, orientadores sociais, agente administrativo e agente de conservação e limpeza.

A filha da homenageada, Gisele agradeceu a lembrança e lembrou emocionada que sua mãe “se doou inteiramente e hoje, ela está muito feliz, não pelo fato de receber esta homenagem, mas de saber que neste local serão atendidas muitas famílias”.

O secretário Ney Góes, autor da proposta de denominação, falou da importância de homenagear uma servidora. “Normalmente a história é contada de cima, lembramos das personalidades, mas quem constrói, quem atende a população são os servidores e a Ângela, que atuava na Escola do Jardim Primavera, foi uma servidora que transcendeu as atribuições de seu cargo, auxiliando inúmeras famílias em uma época que a cidade não possuía a estrutura de atendimento que possui hoje; esta é uma pequena homenagem diante de tudo o que ela realizou”.

Prado destacou a importância do CRAS como um dos pilares da Rede de Proteção que atende as famílias em situação de vulnerabilidade social e do trabalho desenvolvida pela servidora Ângela Deveza ao longo de sua vida. “Na gestão pública você precisa economizar recursos, em vez de gastar com outra creche, eu ampliei as creches, nós usamos a estrutura, o pessoal existente; quando assumi não tínhamos recursos sobrando, fiz isso também nas escolas. Eu pensei o que faz um CRAS, essas servidoras que estão aqui não atendem uma única família que não tenha problemas, aqui essas servidoras cuidam de pessoas que mais precisam do Poder Público, muitas dessas pessoas não tem uma figura materna, uma figura paterna, só tem a prefeitura através de sua rede de proteção e o CRAS faz parte dessa rede de proteção, quando falaram Ângela da Sopa, pensei em uma escola, uma creche, porque ela tem um nome tão importante. Embora não seja uma obra tão grande, mas a importância do CRAS na vida dessas pessoas é gigante, é do tamanho da alma de sua mãe, da sua esposa. Muito obrigado por permitir que a gente fizesse essa homenagem para a Ângela, porque quando tivermos o prédio próprio, o seu nome vai acompanhar, e sempre que uma pessoa foi atendida pelas nossas servidoras é o nome da sua mãe que será eternizado através do trabalho dessas servidoras públicas. Ninguém sabe o seu nome inteiro, mas todo mundo conhece a história da Ângela da Sopa”, pontuou.

Durante o ato, Prado agradeceu de forma especial, os servidores públicos. “Quero me dirigir agora aos servidores. Quero agradecer, porque o prefeito, o vice-prefeito e o vereador vão passar, mas vocês permanecerão aqui. Espero que como gestor público que vocês continuem atendendo a quem precisa; nossa obrigação não é atender aos mais abastados, que não falte amor, disposição, mas ficou provado a importância do servidor público nesta pandemia”, completou.

Homenagem

A Unidade do CRAS presta uma homenagem a servidora pública municipal Ângela Aparecida Velozo Deveza, que faleceu no dia 5 de julho de 2020, aos 54 anos. Conhecida como Ângela da Sopa, ela ingressou no quadro de servidores municipais em 2001 e trabalhava como Agente de Serviços Gerais na Escola Municipal Helder Paccola, no Jardim Primavera.

Ângela era casada com Geraldo Antônio Pires Deveza, que também é servidor público e trabalha na Fábrica de Tubos desde 1994, e deixou uma filha, Gisele. Deixou marcado na história da cidade o nome de “Ângela da Sopa” por sua abnegação e voluntariado às causas sociais. Por anos distribuiu, com ajuda de outras voluntárias do bairro e colaboração de empresas da cidade, dezenas de pratos de sopa aos mais necessitados, sobretudo aos cidadãos sem um lar fixo.

 

Pref. Mun. Lençóis Paulista

.... . .