SAAE alerta consumidores sobre importância da economia de água

Fechar a torneira enquanto escova os dentes ou lava a louça economiza água

A crise hídrica que atinge parte do Brasil, resultado da maior seca em 91 anos, tem reflexo no dia a dia de todos nós e levanta uma série de questões, como a economia de água e energia elétrica. Diante disso, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) vai iniciar uma campanha com dicas de economia na conta dos usuários, além de outras ações que terão como finalidade levar mais informação aos consumidores.

“Historicamente nunca tivemos problemas de desabastecimento. A cidade cresceu com planejamento e investimentos em poços e a água chega às torneiras em todos os bairros. Mas a água é um recurso finito e que deve ser usado com consciência. Por isso, nesse momento vamos intensificar as informações sobre o uso responsável”, destacou o diretor da autarquia, André Paccola Sasso, o Cagarete.

Na rotina diária é possível garantir economia de água com gestos simples. Por exemplo, escovar os dentes com a torneira fechada economiza até 11,5 litros de água. Um banho de no máximo cinco minutos, fechando o chuveiro ao se ensaboar, gera economia de 90 litros de água. Veja mais abaixo.

Atualmente, 52% do abastecimento do município é garantido por captação da Estação de Tratamento de Água e os demais 48% de poços. Pequenas ações ao longo do dia tornam possível o combate ao desperdício e consequentemente trazem economia.

ECONOMIA DE ÁGUA – DICAS PARA O CONSUMO CONSCIENTE

– Use a vassoura: lavar o quintal com a mangueira chega a desperdiçar 279 litros a cada 15 minutos

– Feche sempre a torneira enquanto escova os dentes e economize 11,5 litros de água

– Não dê descargas longas. Uma descarga de 6 segundos gasta de 10 a 14 litros de água

– Para maior economia, a máquina de lavar deve ser usada totalmente cheia

– Um banho de no máximo cinco minutos, fechando o chuveiro ao se ensaboar, gera uma economia de 90 litros

– Fique atento para vazamentos

 

Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista

.... . .