Saúde inicia distribuição de Kit Covid

  • Nardeli disse que a grande preocupação é com os idosos, que muitas vezes teimam em não buscar socorro médico aos primeiros sintomas da Covid-19.

Na coletiva sobre a Covid-19 realizada na tarde desta terça-feira, 23 de junho, com a presença do presidente da Câmara, Nardeli da Silva, vereador André Sasso, presidente da Comissão Parlamentar do Pacto Regional e o médico Norberto Pompermayer, presidente do Comitê local de Combate à Covid-19, o prefeito Anderson Prado anunciou que o município iniciará a distribuição do Kit Covid a pacientes sintomáticos em início da doença e àqueles que já tiveram resultados positivos da doença.
Àqueles que procurarem os órgãos de saúde apresentando os primeiros sintomas da doença, a Prefeitura disponibilizará um kit com Azitromicina e Ivermectina, para inicio imediato do tratamento da doença. Aos pacientes com diagnóstico positivo para a Covid, terá acrescido ao Kit, além das duas medicações citadas, a hidroxicloraquina, dependendo da indicação médica. O objetivo, de acordo com o prefeito, é procurar cercar de todas as formas o avanço da doença, buscando a recuperação mais rápida dos pacientes.
Prado anunciou também que no próximo domingo, dia 28 de junho, será iniciada a segunda fase da testagem dos lençoenses assintomáticos (aqueles que não possuem sintomas), com disponibilização de 1.000 testes que serão realizados em cinco unidades de saúde, no horário das 8h às 17h. As Unidades que farão a testagem são: Núcleo Luiz Zillo (ESF Dr. João Paccola Primo), Jardim Monte Azul (ESF Antonio Benedetti), Jardim Ubirama (UBS Dr. José Antonio Garrido), Jardim do Caju (ESF Dr. Luiz Fernando Lellis Andrade) e Jardim Cruzeiro (ESF Dr. José Nege). Os testes serão feitos mediante distribuição de senha e agendamento de horário para evitar aglomerações.
O prefeito Prado informou ainda que participou de reunião com representantes da Polícia Militar local, quando foi sugerido pela Polícia Militar a instalação de placas de estacionamento proibindo em algumas ruas do Jardim Itamaraty, como Avenida Osaka, Rua Alexandre Moretto, Avenida Carajás e em ruas dos fundos do Condomínio VillaCittà, no período noturno, onde tem ocorrido aglomeração de jovens, sobretudo em fins de semana, o que contraria todos os cuidados com a barreira sanitária para evitar a contaminação pelo Covid-19. O prefeito enfatizou que os poderes constituídos do município estão trabalhando em conjunto nos limites de suas capacidades.
Outro assunto levantado na coletiva foi a aglomeração de trabalhadores da obra da Bracell, que após o expediente e em fins de semana têm se reunido em bares e lanchonetes, transformando locais em ambientes propícios para a propagação do vírus. O prefeito confirmou reunião com representantes da empresa que confirmaram a criação de um telefone (0800 709 14 90), por onde os reclamantes podem denunciar o fato, que será imediatamente averiguado por representantes da empresa.
Quanto à Central de Saúde (atendimento a Covid-19), Prado anunciou que 140 servidores, de forma voluntária, se apresentaram para fazer o atendimento pelo 3269 7140, o que faz crer que os problemas de atendimento serão sanados. O prefeito elogiou e agradeceu a participação dos servidores municipais na luta contra a Covid-19. O prefeito elogiou também agradeceu aos quase 60 trabalhadores da área da saúde.
O presidente da Câmara, Nardeli da Silva, falou sobre a necessidade dos pacientes buscarem ajuda desde cedo, ou seja, aos primeiros sintomas da doença. Nardeli disse que a grande preocupação é com os idosos, que muitas vezes teimam em não buscar socorro médico aos primeiros sintomas da Covid-19.
O médio Dr. Norberto falou sobre a necessidade de se continuar observando as barreiras sanitárias para evitar a contaminação; de se entender a gravidade da doença e de se evitar aglomerações. O médico alertou que se houver um relaxamento por parte da população, Lençóis Paulista poderá sofrer as consequências, como ocorreu em Marília, que voltou a fechar o comércio. Elogiou a queda na busca pela UPA, que está sendo exigida somente em casos de urgência e emergência, diferentemente do que ocorria, quando ficava congestionada de gente em busca de médico por qualquer sintoma de doença.
E o vereador André Sasso falou sobre as mudanças que foram feitas no Pacto Regional, do qual Lençóis Paulista faz parte. As principais mudanças referem-se a restaurantes, bares, lanchonetes e similares, que não mais poderão fazer o atendimento presencial (interna e externamente), ficando livre para as opções de Delivery e Drive-Thru, sendo que apenas Delivery ficará autorizado a ser feito a partir das 23h. Quanto às padarias, também ficam proibidas de atendimento em mesas internas e externas, estando livres para os serviços de Delivery e Drive-Thru. O novo Decreto Executivo, que vai detalhar o funcionamento de todas as categorias, será publicado nesta quarta-feira, 24.

Leia outras notícias     

.... . .

Deixe uma resposta