Médico da UPA esquece lâmina dentro do braço de paciente

Um homem, de 31 anos, sofreu um acidente de trabalho na tarde do dia 29 de fevereiro, no 2º Distrito Industrial de Araraquara. Ele manuseava uma lixadeira quando o disco estourou e feriu o antebraço. A vítima foi socorrida por colegas de trabalho para a UPA Central, onde foi acionado o ortopedista de plantão. O médico analisou o ferimento provocado pela lixadeira e, sem fazer um raio X, deu pontos para fechar o corte. No domingo (1), com muita dor e sangramento, a vítima retornou até a UPA Central e foi atendido por um enfermeiro, que acionou novamente o ortopedista. O médico orientou o funcionário por telefone a refazer o curativo e dispensar o paciente. Na última quinta-feira (5), o ajudante de produção retornou novamente à UPA Central com fortes dores, inchaço e secreções no ferimento . Desta vez ele passou pelo atendimento com um médico que solicitou um raio X. O exame constatou que uma parte da lâmina da lixadeira não foi retirada de dentro do ferimento e encaminhou a vítima para a Santa Casa de Araraquara para ser submetida a uma cirurgia para a retirada do objeto. No hospital, ele teve o pedido negado e recebeu a informação de que a UPA teria condições de agir nesse caso. A equipe da Unidade de Pronto Atendimento explicou que o processo de cicatrização já estava avançado e seria necessário um procedimento cirúrgico. O pedido foi novamente negado e a vítima foi encaminhada para o Hospital Dr. José Nigro Neto, em Américo Brasiliense, onde o objeto foi retirado. O caso foi registrado em boletim de ocorrência e a vítima passou pelo IML (Instituto Médico Legal). (Portal da Morada – Araraquara)

Leia outras notícias      

.... . .