Sucesso da Coleta Seletiva depende também da participação popular

  • Lençóis Paulista gera em média 40 toneladas de lixo por dia, o que representa mais de mil toneladas/mês.

O programa “Cidade Limpa e Solidária”, criado em 2003, envolve parceria entre a Adefilp (Associação de Deficientes Físicos de Lençóis Paulista), a Cooprelp (Cooperativa de Reciclagem de Lençóis Paulista) e tem apoio da Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista, sendo que essa parceria estabelecida pela Lei 3258/2003 tem sido um sucesso, claro, com a participação de todos.

No decorrer do atual governo municipal, o programa foi beneficiado pela implantação da coleta mecanizada por meio do programa “Coleta Certa”, que até o momento contempla os bairros Jardim Ubirama, Jardim Humaitá, Parque Antártica, Núcleo Luiz Zillo, Parque Residencial Rondon, Jardim América e toda a região da Cecap. Esses bairros contam com os contentores para coleta, sendo os azuis destinados para o lixo comum e os contentores verdes para o material reciclável. O programa vem sendo ampliado gradativamente e abrangerá toda área urbana. Além de melhorar a coleta seletiva, o programa ainda beneficia a limpeza pública e o serviço dos coletores.

O trabalho voltado a educação ambiental tem sido muito importante, pois envolve diretamente a informação e a sensibilização dos munícipes, para que contribuam com o sistema de coleta do lixo e coleta seletiva municipal.

Lençóis Paulista gera em média 40 toneladas de lixo por dia, o que representa mais de mil toneladas/mês. Desse montante, 200 toneladas são de recicláveis, que são vendidos e reaproveitados. Para diminuir o impacto desse lixo no aterro municipal, a coleta seletiva de recicláveis faz a diferença. Todo material que seria descartado no aterro acaba sendo vendido e destinado à indústria da reciclagem, o que acaba gerando economia de recursos naturais e gerando emprego e renda. No entanto, isso depende muito da participação popular. Quanto mais a população se envolve nesse processo, melhores serão os resultados.

Os setores comercial e industrial são atendidos diretamente pela Adefilp, para o qual o contato pode ser feito pelo telefone (14) 3264.9700. Já a coleta seletiva é realizada pela Cooprelp e o contato é (14) 99825.7931. A cooperativa realiza a coleta nas residências, onde o munícipe deve separar plásticos, papéis, metais e vidros, devidamente limpos, e entregar no dia da coleta seletiva nos bairros, conforme cronograma estabelecido:

Segunda-feira: Cecap, Santa Terezinha, Jardim Carolina, Jardim Itapuã, Jardim João Paccola, Jardim Lorena/Itapuã, Jardim Planalto, Jardim Monte Azul, Jardim Príncipe, Jardim Europa, Jardim Maria Luíza I, II e III, Vila Cachoeirinha.

Terça-feira: Rua Piedade, Rua Cel. Joaquim Anselmo Martins, Rua Cel. Joaquim Gabriel, Vila Paccola, Vila Antonieta, Vila Nossa Sra. Aparecida, Vila São Judas Tadeu, Vila Mamedina, Vila Maria Cristina, Vila Éden, Parque Residencial São José, Jardim Primavera e Distrito de Alfredo Guedes.

Quarta-feira: Jardim Ipê, Vila Santa Cecília, Jardim Granville, Jardim Morumbi, Av. Nove de Julho, Rua Pedro Natálio Lorenzetti, Rua Dr. Antonio Tedesco, Jardim Cruzeiro, Jardim Alvorada, Vila São João, Vila Baccili e Vila Contente.

Quinta-feira: Jardim das Nações, Jardim Nova Lençóis, Núcleo Habitacional Luiz Zillo, Jardim América, Parque Residencial Rondon, Júlio Ferrari e Jardim Maria Luíza IV.

Sexta-feira: Jardim Itamaraty, Jardim Caju, Jardim Santana, Jardim Grajaú, Jardim Ibaté, Vila Irerê, Jardim Ubirama, Distrito Industrial I, Jardim Humaitá, Parque Antártica, Bela Vista I e II, Jardim Village.

“Cada cidadão é importante nesse processo de reciclagem. Cada um deve fazer a sua parte para promover sustentabilidade com o reúso e reciclagem de materiais”, comentou a secretária do Meio Ambiente, Edéria Azevedo

.... . .