Segurança: Fachadas abertas podem inibir assaltantes

Grade nas janelas é uma alternativa encontrada por proprietário de imóveis.

Uso de gradil de difícil escalada é uma das alternativas para dificultar o trabalho dos assaltantes

O número de roubos a residências e condomínios tem crescido nas grandes cidades. O estado de São Paulo, o mais populoso do Brasil, registrou 1.300 crimes entre janeiro e abril de 2018, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e da Lei de Acesso à Informação (LAI). O Rio de Janeiro, também bastante populoso, teve crescimento nos assaltos no início do ano. Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) apontam aumento de 70%.
Apesar de toda a tecnologia aplicada, os assaltantes continuam invadindo as propriedades privadas. “Essas pessoas estudam a rotina das famílias e as falhas de segurança dos imóveis para efetuarem um assalto bem-sucedido. Se estiverem mascarados, o sistema de câmeras não os identificará”, explica Flávia Lopes de Castro, arquiteta da Belgo Bekaert Arames.
Há medidas simples que contribuem para inibir assaltantes. O uso de muros abertos é uma delas. “Os donos dos imóveis pensam que muros fechados oferecem mais segurança, quando, na verdade, instigam assaltantes a pularem atrás de objetos valiosos. Uma vez dentro, ninguém que passa pela rua nota a movimentação estranha na casa ou no condomínio”, explica.

Leia mais

Leia outras notícias

ESPORTES POLÍCIA CULTURA
POLÍTICA NACIONAL INTERNACIONAL

 



.... . .