Ex-militar é preso no Rio suspeito de assassinar vereadora Marielle Franco

Um outro homem também foi preso, acusado de integrar
uma milícia de crime organizado na capital carioca

A Polícia Civil do Rio de Janeiro, através da Delegacia de Homicídios, prendeu na manhã desta terça-feira (24) um suspeito de estar no veículo que foi utilizado na execução da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em crime que aconteceu no dia 14 de março, na capital carioca.
Alan de Morais Nogueira, conhecido como “Cachorro Louco”, é ex-policial militar e acusado de participar das milícias de crime organizado no Rio. O ex-bombeiro Luís Cláudio Ferreira também foi preso na ação da polícia, que planeja desarticular uma milícia liderada pelo ex-militar Orlando Oliveira de Araújo. A dupla ainda é suspeita de envolvimento em mais dois homicídios. De acordo com a Polícia Civil, a prisão foi feita a partir de uma denúncia anônima. A mesma pessoa, inclusive, teria apontado Alan de Morais como um dos executores de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Fonte: Portal T5 Foto: Alan de Morais (esq.) e Luís Cláudio Ferreira (dir.) são suspeitos de integrarem milícias no Rio de Janeiro

LEIA TAMBÉM

 



o

.... . .