Capitão Adilson Alberti

O Capitão da Polícia Militar Adilson Alberti nasceu no dia 10 de dezembro de 1941 na cidade de Clementina, interior do estado de São Paulo, onde morou  com a família até 1958. Mudou-se para São Paulo onde trabalhou de auxiliar de alfaiate, mecânico, motorista de taxi, vendedor de livros, motorista particular,  fez curso de árbitro de futebol e chegou a apitar algumas partidas. Em 1963 ingressou na policia militar e foi galgando degraus na carreira até chegar a capitão. Adilson trabalhou no Palácio dos Bandeirantes, na Capital, até 1980 quando veio para Lençóis Paulista para comandar  o Destacamento da Companhia  Militar da cidade.  Aposentou-se em 1992 e instalou um empresa de  segurança  e prestação de serviços.  Foi candidato a vereador e trabalhou por um período de pouco mais de um  ano  como encarregado do serviço de segurança municipal.  Em 1998 criou um jornal regional que cobria os acontecimentos  das cidades de Bauru, Agudos, Piratininga, Borebi, Macatuba, Barra Bonita, Igaraçu do Tietê, Pederneiras e Lençóis Paulista. O Bauru News  circulou por aproximadamente um ano. Depois de deixar a cidade em 2003 para morar em Ribeirão Preto, Adilson Alberti está de volta para o seio da família lençoense. O capitão Adilson casou-se em 1966, com a senhora Maria Carreão Alberti com quem teve dois filhos: Luiz Antonio (falecido) e Mônica, casada com o senhor Renê Amaral. O casal tem ainda dois  netos:  Beatriz e Luiz Gustavo.