Jovem é presa horas após dar à luz suspeita de matar bebê em banheiro de hospital do interior

Uma jovem de 18 anos foi presa horas após dar à luz na noite de quarta-feira (20), na Santa Casa de Maracaí (SP), por suspeita de matar o bebê. A criança, que nasceu de aproximadamente sete meses, foi encontrada morta na lixeira do banheiro com um pedaço de gaze dentro da boca.
De acordo com informações do hospital, a jovem é moradora de São José das Laranjeiras, distrito de Maracaí, e deu entrada na unidade para passar por consulta alegando dores por cólicas menstruais. Ela não falou nada sobre a gravides e, segundo o relato de funcionários da Santa Casa, não aparentava estar grávida.
A jovem foi ao banheiro antes da consulta e foi liberada depois de passar por atendimento. Pouco tempo depois, um funcionário foi até o banheiro e encontrou o bebê morto na lixeira com sinais de enforcamento. Além da gaze na boca, havia um pedaço de pano ao lado da cabeça da criança, que não teve o sexo divulgado.
O delegado seccional de Assis, Newton Calazans Júnior, disse à reportagem que a jovem foi identificada por uma tia, que entrou em contato com a polícia, e presa em flagrante. O nome dela não foi divulgado e não há informações do motivo dela ter ocultado a gravidez e provocado a morte da criança.
O boletim de ocorrência foi registrado como aborto, mas a Polícia Civil pode investigar o caso como infanticídio. A jovem passará por audiência de custódia no Fórum de Assis.

Fonte: G1

Leia Mais

Leia outras notícias

ESPORTES POLÍCIA CULTURA
POLÍTICA NACIONAL INTERNACIONAL

 



 

.... . .